Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 17 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
Polícia Civil cumpre ordens judiciais em Cáceres e Cuiabá contra grupo responsável por envio de drog
Data:28/03/2024 - Hora:08h21
Polícia Civil cumpre ordens judiciais em Cáceres e Cuiabá contra grupo responsável por envio de drog
Assessoria

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), com apoio da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), deflagrou na manhã desta quarta-feira (27), a Operação Baca, para cumprimento de 12 ordens judiciais contra alvos investigados por crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Entre as ordens judiciais estão cinco mandados de prisão, quatro de busca e apreensão e três de bloqueios de contras bancárias, cumpridas nas cidades de Cuiabá e Cáceres.

Coordenada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), a operação é resultado de uma investigação sobre tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas realizado por um grupo criminoso que enviava drogas para o interior do estado de Mato Grosso.

 O alvo principal das investigações e sua esposa, que já foram presos anteriormente, tiveram novos mandados de prisão preventivas cumpridos no sistema penal

Investigações
As investigações iniciaram no dia 16 de dezembro de 2022, após uma mulher ser conduzida pela Polícia Militar para Central de Flagrantes de Cuiabá em posse de drogas. Na ocasião, a suspeita foi ouvida e liberada por falta de elementos para sua autuação.
Porém com o envio da documentação para a DRE foi iniciada a investigação, sendo a suspeita presa no dia 19 de dezembro de 2023 em decorrência de outra ordem Judicial representada com base em investigações da especializada.

Durante a investigação se descortinou a participação de outros envolvidos no envio de drogas para o interior do estado de Mato Grosso, comandado pelo suspeito que se encontra preso na Penitenciária Central do Estado (PCE).




fonte: Assessoria



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados