Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 17 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
Cure seu coração do mal da inveja
Data:15/03/2024 - Hora:16h20

Naquele tempo, Jesus respondeu aos judeus: “Meu Pai trabalha sempre, portanto, também eu trabalho”.  Então, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque, além de violar o Sábado, chamava Deus o seu Pai, fazendo-se, assim, igual a Deus (João 5,17-18)

Meus irmãos e minhas irmãs, Jesus, pouco a pouco, vai sendo fortemente hostilizado. A cada embate com os judeus, com os fariseus, mestres da Lei, fica mais evidente a tentativa de eliminar Jesus, de tirá-Lo e hostilizá-Lo por um motivo: por inveja, por inveja da sua relação com o pai. O texto deixa isso bem claro: o mal cresce e se alimenta se nós não cuidarmos de certos sentimentos, e alguns invejam o Seu agir em comunhão com o Pai.

Ficou muito claro, no texto de hoje, que o motivo era a relação que Jesus tinha com o Pai. Certamente, você já sofreu uma inveja pelo que você faz ou, talvez, você tenha tido inveja de alguém por aquilo que a pessoa faz. A gente precisa ser sincero nesse momento, sobretudo neste tempo quaresmal, e ter a coragem de enfrentar certos sentimentos com os quais, muitas vezes, não queremos ter contato. Por exemplo, o sentimento da inveja. 

Quantas posições em que você esteve, causou inveja em certas pessoas que o criticaram, caluniaram, ofenderam pelas costas e, na pior das hipóteses, tentaram, com todas as forças, tomar o seu lugar. Talvez você já tenha vivido isso. Aproveite essa Quaresma como um modo de você se unir ao sofrimento de Cristo, porque Ele passou por isso. 

Hoje é tempo de purificar nosso coração, curar as feridas das invejas que sofremos

Mas também a inveja pode ter acontecido do outro lado, da sua parte. Quantas posições algumas pessoas ocuparam ou fizeram com você, ou algum gesto de alguém que possa ter despertado inveja dentro do seu coração, e causaram ciúmes, desconforto, comparações, sentimentos de vingança, pensamentos ruins em relação a certas pessoas. Então, hoje, é tempo também de purificar isso no nosso coração, curar as feridas das invejas que sofremos e curar também o mal da inveja que nós nutrimos em relação a outras pessoas. 

A inveja, descrita aqui no Evangelho de hoje, diz respeito a um relacionamento que Jesus tem com o Pai. Todos nós somos chamados a uma relação de amor, a uma relação filial com Deus, por isso ninguém precisa se comparar com ninguém, nem para mais nem para menos. Você não precisa se comparar com ninguém, porque cada um de nós recebe o amor que nos é devido. Você precisa descobrir a medida do amor de Deus na sua vida, para que você não sofra mais com a inveja das pessoas nem sofra pela inveja em relação aos outros.

Sobre você, desça a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Donizete Heleno Ferreira - Missionário da Comunidade Canção Nova




fonte: Padre Donizete Heleno Ferreira



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados