Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
Magistrado José Luis Lindote faz história sendo o primeiro cacerense a assumir como desembargador
Data:23/02/2024 - Hora:08h32
Magistrado José Luis Lindote faz história sendo o primeiro cacerense a assumir como desembargador
TJMT

Nesta quarta-feira (21), Cáceres se encheu de orgulho ao testemunhar a posse do primeiro desembargador genuinamente filho da terra, José Luis Lindote, aos 60 anos. Sua trajetória é marcada por empenho, determinação e um profundo compromisso com a justiça brasileira.

Nascido e criado em Cáceres, José Luis Lindote absorveu desde cedo os valores da educação e da responsabilidade, provenientes de seus pais respeitados na cidade, Dona Giroca e o saudoso Professor Lindote.

Sua formação educacional se deu nas escolas públicas locais, culminando com sua graduação na prestigiosa Universidade Federal. Sua jornada profissional teve início aos 14 anos, como estagiário no Banco do Brasil, seguido por uma passagem na Secretaria de Fazenda e, há mais de duas décadas, ingressou na magistratura.

A ascensão de José Luis Lindote é singular, sendo o único cacerense a alcançar o cargo de desembargador até o momento. Sua atuação como juiz em diversas cidades do Estado deixou uma marca indelével, desde Pedra Preta a Cuiabá, passando por Varzé Grande.

Destacam-se suas contribuições significativas na área da saúde do Estado, com decisões que impactaram diretamente os cidadãos mais necessitados do Poder Público. Além disso, sua participação na reestruturação do sistema de precatórios no Brasil reflete seu trabalho incansável nos tribunais estaduais, regionais e federais.

A posse de José Luis Lindote como desembargador é um marco na história de Cáceres e um exemplo de dedicação e competência, enaltecendo não apenas sua cidade natal, mas todo o sistema judiciário brasileiro. Sua nomeação representa um reconhecimento do talento local e um símbolo de esperança para as futuras gerações.




fonte: Da Redação



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados