Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 21 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
Setembro encerra com alta no custo da cesta básica em Cuiabá
Data:28/09/2023 - Hora:19h02
Setembro encerra com alta no custo da cesta básica em Cuiabá
Assessoria

A última semana de setembro apresentou elevação de 0,27% no valor da cesta básica na capital do estado, encerrando o mês a um custo de R$ 737,09. Os dados do boletim semanal da cesta básica, realizado pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT), mostram que o tomate foi o item de maior impacto nesta variação, com alta de 10,42% no seu preço em relação à semana anterior, passando de R$ 7,58/kg na terceira semana para os atuais R$ 8,37/kg.

Conforme análise do IPF-MT, o fruto teve sua variação de preço relacionada às altas temperaturas, fazendo com que o item acelerasse seu processo de maturação em períodos anteriores, diminuindo, assim, a oferta atual e, consequentemente, interrompendo uma sequência de duas quedas semanais consecutivas.

O superintendente da Fecomércio-MT, Igor Cunha, destaca a sensibilidade do fruto para o clima. “O tomate tem demonstrado nas últimas semanas altas variações em seu preço, muitas vezes provocadas pelas variações climáticas. Nesta última semana, o item volta a influenciar em grande medida o comportamento da cesta básica em Cuiabá”.

Outro item que apresentou aumento semanal foi o arroz, de 3,6%, o que vem ocorrendo desde a segunda semana de setembro, acumulando no período alta de 6,51%, sendo comercializado a um preço médio de R$ 6,65/kg no fim de setembro.

Já o feijão apresentou variação de -4,52% nesta semana, acumulando a quarta queda consecutiva no seu preço, custando R$ 7,53/kg na média. Segundo análise do instituto, os recuos do grão estão atrelados ao pico da safra, que aumentou a disponibilidade do grão, juntamente com uma demanda estabilizada.

Mesmo com o aumento no valor da cesta, nove alimentos demostraram queda esta semana, como o observado na carne e, em especial o leite, que está em sua sétima queda consecutiva, acumulando variação de -5,56%, com valor médio passando de R$ 7,16/l para os atuais R$ 6,80/l.

O superintendente também explica a variação no custo do mantimento se comparado com o mesmo período do ano passado, quando registrava um preço médio de R$ 699,37. “A última semana de setembro do ano passado foi a última vez que a cesta básica ficou abaixo dos 700 reais. O preço atual da cesta, que está superior em 5,39% nesta semana, pode contribuir para uma possível diminuição ou estabilização na variação anual nas próximas semanas, caso os preços, de forma geral, se mantenham pouco voláteis”.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.




fonte: Assessoria



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados