Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
COLUNA RELIGIOSA: Seja sal e luz de Cristo no mundo
Data:14/06/2023 - Hora:23h07

“Vós sois o sal da terra. Ora, se o sal se tornar insosso, com que salgaremos? Ele não servirá para mais nada, senão para ser jogado fora e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não pode ficar escondida uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de uma vasilha, mas sim num candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa” (Mateus 5,13-15). 

 

Jesus é sempre muito pedagógico em Seus ensinamentos. E, hoje, Ele utiliza destes dois elementos: sal e luz; para ensinar como deve ser o agir dos Seus discípulos neste mundo. 

Os discípulos de Jesus precisam ser como o sal. O sal, como nós sabemos, além de dar sabor aos alimentos, ele também pode ser usado como um conservante. O sal preserva os alimentos da corrupção, preserva-os de se estragarem. 

Ser sal de Cristo, neste mundo, é viver sendo exemplo de santidade, é ser testemunha concreta de vida santa, em meio ao mundo de muitas corrupções. Ser sal é ensinar a doutrina de Cristo com a própria vida. Porque não basta ensinar a doutrina de Cristo somente com as palavras, é preciso, acima de tudo, edificar o mundo com o sal do exemplo. 

O que converteu os primeiros cristãos não foi a novidade de uma doutrina, mas foi a vida daqueles que souberam colocar em prática essa novidade! Primeiro, eles experimentaram o sal, a vida nova de santidade e de caridade; tiveram as suas vidas temperadas com esse sal, com esse novo sabor. Foram conquistados pelo sabor da alegria, da paz e, a partir daí, se abriram à luz da doutrina, conhecendo os mistérios da graça que impulsionam a vida cristã. 

Ser sal é ensinar a doutrina de Cristo com a própria vida 

A doutrina cristã não é apenas uma ideia, teorias, mas, antes de tudo, ela é vida e deve ser vivida. Porque se a doutrina cristã for apenas uma ideia, apenas uma teoria, ela vai ser como esse sal que perde o seu sabor e que se torna insosso. E se o sal se tornar insosso, não servirá de mais nada, a não ser para ser jogado fora e pisado pelos homens. 

A doutrina cristã não pode ser vista como algo impraticável, uma moral muito longe de ser alcançada, mas a doutrina cristã precisa ser vista e compreendida por meio de nossa vida, como algo possível e alcançável. Só assim o sal terá sua função de dar sabor e preservar! 

A santidade de vida de muitos homens e mulheres, o exemplo dos santos, é esse sal que tem preservado este nosso mundo de ser totalmente corrompido, de se perder totalmente. O sal preserva. 

A vida santa é esse tempero que, às vezes, parece ser pouco, diante de uma realidade tão grande do nosso mundo — e, às vezes, é até imperceptível. Mas, mesmo sendo pouco, é capaz de dar sabor e preservar gerações inteiras da corrupção do pecado. 

Sejamos, meus irmãos, sal e luz de Cristo, assim como Jesus nos ensina. Sejamos testemunho de uma vida santa, que dá sabor e que preserva e ilumina a vida de tantos. 

Desça sobre você a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém! 


Padre Bruno Antônio - Sacerdote da Comunidade Canção Nova. 

 




fonte: Padre Bruno Antônio



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados