Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
COLUNA RELIGIOSA: Escolha agir com sabedoria diante das situações
Data:08/06/2023 - Hora:07h28

“É lícito ou não pagar o imposto a César? Devemos pagar ou não?’ Jesus percebeu a hipocrisia deles, e respondeu: ‘Por que me tentais? Trazei-me uma moeda para que eu a veja’. Eles levaram a moeda, e Jesus perguntou: ‘De quem é a figura e a inscrição que estão nessa moeda?’ Eles responderam: ‘De César. Então, Jesus disse: ‘Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus’. E eles ficaram admirados com Jesus” (Marcos 12,14-17). 

 

No Evangelho de hoje, Jesus está diante de uma armadilha tramada pelas autoridades. Os fariseus e os partidários de Herodes querem, a todo custo, encontrar um motivo para condená-Lo. 

E eles se aproximam de Jesus de uma forma astuta, elogiando as Suas ações; essa é uma artimanha comumente empregada pelos hipócritas. Eles querem, com os elogios, convencê-Lo de que eles estão do Seu lado, assim querem conseguir o que querem com Jesus. Porém, a sabedoria de Jesus é superior, Ele não se deixa influenciar pela bajulação nem pelos falsos elogios. 

Quando lhes pergunta se é lícito ou não pagar imposto a César, Jesus responde com a perspicácia de alguém que tem parte com Deus e que conhece as ciladas do mundo, conhece as maldades que se alojam no coração do homem: “Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus”. 

A sabedoria de Jesus é superior, Ele não se deixa influenciar pela bajulação e pelos falsos elogios 

Os bens materiais, como o dinheiro, podem sim pertencer a César, aos poderosos que governam esse mundo, mas a vida das pessoas, os seres humanos, estes não podem ser tratados como mercadoria e não pertencem a César, e não pertencem a mais ninguém, a não ser a Deus. Pertencemos a Deus; todos os homens, todas as pessoas pertencem a Deus e é a Ele que devemos ser dados e devolvidos. 

A resposta de Jesus deixou essas autoridades admiradas e, a partir disso, eles não puderam concluir o seu plano, a sua artimanha. E o texto de hoje, então, nos ensina a fidelidade e a coerência a Deus, que age com sabedoria. Diante de inúmeras situações que Ele enfrentou, o Senhor agiu com sabedoria. 

E Ele também nos ensina, diante das artimanhas deste mundo, que muitas vezes tentam tratar as pessoas como mercadorias, a agirmos também com sabedoria, a agirmos também não influenciados pelas bajulações, pelos falsos elogios, mas a termos parte com a sabedoria de Deus, e assim reconhecer que a pessoa é o mais importante. 

Desça sobre você a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém! 


Padre Bruno Antônio - Sacerdote da Comunidade Canção Nova. 

 




fonte: Padre Bruno Antônio



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados