Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 25 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
Aguas coleta
COLUNA RELIGIOSA: Nunca desista de buscar o Senhor
Data:12/04/2023 - Hora:07h11

“Os anjos perguntaram: ‘Mulher, por que choras?’ Ela respondeu: ‘Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram’. Tendo dito isto, Maria voltou-se para trás e viu Jesus, de pé. Mas não sabia que era Jesus. Jesus perguntou-lhe: ‘Mulher, por que choras? A quem procuras?’ Pensando que era o jardineiro, Maria disse: ‘Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar’. Então, Jesus disse: ‘Maria!’ Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: ‘Rabuni’ (que quer dizer: Mestre)” (João 20,13-16). 

A liturgia de hoje nos coloca diante do testemunho de uma mulher que muito amou Jesus Cristo. Ela muito amou a Jesus porque, primeiramente, foi muito amada por Ele. E foi justamente esse grande amor que a fez superar os seus medos e ir até o túmulo de Jesus. 

O amor a fez ter forças para permanecer diante da cruz. O Evangelho testemunha que ela estava diante de Jesus crucificado; e foi o amor que a fez sair de madrugada para ir novamente até o túmulo de Jesus, numa tentativa de amenizar os seus sofrimentos pela ausência d’Aquele que ela muito amou. 

Maria Madalena é para nós esse exemplo de alguém que não desistiu de buscar o Senhor 

Quem verdadeiramente ama sente falta, sofre com a ausência, com a perda, e sempre vai procurar algum modo de diminuir essa distância, de diminuir essa dor. Maria Madalena, depois de viver a experiência de ser amada, compreendeu que o verdadeiro temor de Deus é o medo de perdê-Lo: “Levaram o meu Senhor e não sei onde O colocaram”. 

Meus queridos, sem Jesus nós não podemos ficar bem, sem Jesus não estamos bem. Maria Madalena é para nós esse exemplo de alguém que não desistiu de buscar o Senhor, não desistiu de querer a Sua presença. Ainda que, em meio às lágrimas de sofrimento por tudo que ela testemunhou na Sexta-feira da Paixão, ela vai em busca do seu Amado. E, graças à sua incansável busca, ela teve como recompensa o seu amor fiel, reconhecer o Senhor que a chamou dizendo o seu nome de uma maneira única. 

Aqueles que não desanimam de buscar o Senhor, ainda que tudo pareça perdido, terão como recompensa contemplar a beleza do Ressuscitado, terão a graça de serem consolados ao ouvirem o seu nome pronunciado por essa voz inconfundível de Jesus. 

Um dia, Jesus também — assim como chamou Maria e ela reconheceu que era Jesus —, dirá o seu nome, se você não desistir de buscá-Lo em meio às lágrimas, em meio a dor. Busque a Jesus. Ele está vivo, Ele recompensará o seu amor fiel. 

Desça sobre você a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém! 

Padre Bruno Antônio - Sacerdote da Comunidade Canção Nova. 

 




fonte: Padre Bruno Antônio



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados