Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 21 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
juba outra
Temporada de chuva, cuidado redobrado
Data:07/1/2023 - Hora:07h18
Temporada de chuva, cuidado redobrado
Reprodução Web

Mais um ano se inicia, esperanças renovadas. Ano Novo, novas oportunidades são nos oferecidas para fazermos diferente. E já podemos começar mudando nossas atitudes principalmente nesse período de chuvas que já chegou, e sem dúvida pelo fato de trazer tantos benefícios é sempre bem-vindo, nos oferece condições climáticas adequadas para o plantio, água para a lavoura, umedece e limpa o ar da poluição que produzimos, aumentam a umidade do ar, importante para nossa respiração, para o volume de águas no nosso Rio Paraguai tornando-o mais piscoso, enfim a chuva é uma benção da natureza. No entanto, também nos períodos chuvosos podem acontecer as enchentes, quedas de árvores, soterramento de estrada, e muitos outros. Mas não podemos culpar a mãe natureza de sua decorrência. Muitas coisas poderiam ser evitadas, mas infelizmente grande parcela da comunidade é mal educada, basta dar uma caminhada pelos bairros, centro, praças da cidade para ver o tanto de lixo que são jogados nas vias públicas. Nesse contraponto segue a temporada de chuvas que trilham seu curso normal, levam grande parte deste lixo para as bocas de lobo, que entupidas devolvem as águas e consequentemente causam as inundações de casas nos lugares baixos da cidade. Aí vem a costumeira choradeira dos vitimados, com aquela constante reclamação a culpa é do prefeito, do presidente da Câmara, do presidente de bairro que não faz nada, do secretário de obras que só esquenta a cadeira, a culpa é de todo mundo menos da população que ajuda causar essa situação quando joga lixo nas ruas, em vez de jogar lixo no lixo.... e as lamúrias são tantas que sobra reclamação até pros santos da igreja. Se cada um fizesse a sua parte, como aprendemos desde criança nas escolas que lugar de lixo é no lixo não passaríamos por certas situações. Além de que nesta época devemos aumentar os cuidados com os resíduos e manutenção da limpeza de terrenos para evitar o acúmulo de água parada, que atrai o mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika vírus e febre Chikungunya, ainda mais sabendo que o mosquito mata e se a gente não o matar no ninho ele em sua pequenez como larvas, mas gigantesco no seu poder, continuará fazendo vítimas e até enlutando lares. Mas parece que a maioria das pessoas não relacionam a dengue com a sujeira espalhada pelas ruas, avenidas e quintais baldios, uma vez que o índice de infestação segue alto no município. E vai anos nessa mesma situação, passa o período de chuva, vem a folia de momo, muita festa no Festival Internacional de Pesca, e o povo continua feliz sem nem lembrar o que passou na época das chuvas. Chega junho mês das deliciosas Festas Juninas, depois Festa de São Luiz, aniversário da cidade, expo agro, natal e nos preparamos pra mais um ano novo. Com ele novamente o período das chuvas trazendo os mesmos problemas: enchente, dengue e novas críticas as autoridades exatamente feita pelo mesmo povo que deveriam cumprir com suas responsabilidades diárias de cidadão de ajudar na limpeza da cidade, conservar seus terrenos limpos, etc... Continua tudo na mesma... é hora de acordar, de rever os conceitos, de lembrar e pôr em prática os ensinamentos aprendidos ainda na infância, lugar de Lixo é no Lixo. Bom dia! 

 

 




fonte: Da Redação



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados