Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 21 de Abril de 2024
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
Aguas coleta
Páscoa: Tempo de Renascimento
Data:14/04/2022 - Hora:06h45
Páscoa: Tempo de Renascimento
Reprodução Web

Estamos chegando às vésperas da páscoa, uma data especial, senão, a segunda mais importante na efeméride Cristã,  pois representa a ressurreição daqu’Ele que gerado de uma virgem pelos poderes do Espírito Santo, veio ao mundo, para nos salvar. Historicamente, a celebração da Páscoa vem de longe. Lá no século XVI antes de Cristo, quando o povo judeu vivia a escravidão no Egito, Deus convoca Moisés para orientar o povo para uma ceia, com um cordeiro assado, cujo sangue deveria sinalizar as portas, de forma que o primogênito de cada família fosse preservado. Iniciamos uma semana mais que santa, aberta com o ritual de Domingo de Ramos, celebrando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelo povo, com ramos de oliveiras e palmeiras. Tudo é uma questão de tradição, respeito e fé, afinal, no mundo cão que a gente vive, só mesmo Deus para nos salvar dos maus que perambulam à caça de vítimas incautas que não buscam o poder onisciente do Pai. Em casa, no trabalho, com familiares, vizinhos, amigos, a gente deve não apenas esta semana, mas durante todo o ano, comungar a religião do bem, da lealdade, verdade e do amor. Lembrar que os 10 mandamentos se resumem em apenas um: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo,” já que somente assim, estaremos sempre em conexão com o Criador. Com esta blindagem, conseguimos trabalhar com dignidade, ganhar o sustento sagrado com nosso suor, superar obstáculos e vencer desafios, enfim, ser gente, o oposto disso é projeto, e mal feito. Então sigamos a semana: veio a quarta-feira santa, os mais tradicionais evitando carne vermelha nas refeições, hoje, a véspera desta sexta-feira maior, e depois das missas, via-sacra, procissões, chega o sábado de aleluia, conhecido como o dia de malhar o Judas. Saudade dos tempos idos, quando a gente reunia a turma e se vingava dos políticos da época, representados nos bonecos amarrados em postes e surrados até virarem trapos. Hoje em dia com tantos Judas delatores, corruptos, propineiros, se trocando por milhões de moedas, fica difícil alguém menos avisado pode cair num papo de fake-News e errar o alvo correndo o risco de ser preso sem denuncia e curtir a páscoa atrás das grades. Por falar em Páscoa, Aleluia mesmo, domingo tem Páscoa, a celebração religiosa quando a gente convertida comemora e reverencia a ressurreição de Jesus após a sua crucificação, consoante o registro do Novo Testamento, simbolizando o Renascimento, e se nele diz que Jesus aos doze anos de idade teria sido levado pela primeira vez pelos seus pais, José e Maria, para comemorar a Páscoa, sigamo-lo, como filhos devotos do Espírito Santo. Páscoa, ou Pessach, como praticam os judeus, fiéis à tradição descrita no livro do Êxodo 12.14, sejamos conscientes de nossa fé em Deus, hoje e sempre, alma pura, pensamentos limpos e a mente solidária, traduzidos em atos de cidadania com nosso próximo, uma vez que somos o próximo dele, e juntos, filhos de um só Pai, Deus, que não tem país, igreja e ou religião, o único supremo poder, Ele! Mas só quem teve a fé curtida no amor, pode crer que Ele está vivo. Há duas atitudes diante da Ressurreição: crer e saber. João viu e creu. Pedro viu e soube. É processo para nossa vida unida a Cristo: buscar as coisas do alto e transformar a vida como fez Jesus. Feliz Páscoa! 

 




fonte: Da Redação



Não foi possível realizar a consulta ao banco de dados