Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 30 de Novembro de 2021
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Meio Ambiente sem Ambiente
Data:19/06/2021 - Hora:08h23
Meio Ambiente sem Ambiente
Reprodução Web

Desde a escola ouvimos uma antiga definição de que meio ambiente era chamado de tudo o que é vivo, ou seja, todas as coisas que vivem neste planeta e estão ligadas a vida dos seres humanos. As plantas, os animais e tudo que possui vida própria e faz parte de nosso ecossistema é meio ambiente. O mundo impôs até uma data para que seja comemorado o Dia do Meio Ambiente, dia 5 de junho, é oficialmente comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia. Mas como estamos no mês Semana do Meio Ambiente, oportuno discorrer sua importância e as lesões que o bicho homem pratica contra este setor, que pode ser concebido como o espírito do planeta. Poderíamos explanar páginas e mais páginas sobre o assunto, afinal, o reino tupiniquim, ocupa um território de 8,5 milhões de quilômetros quadrados e está localizado numa região tropical, além de possuir uma rica biodiversidade. Por toda sua geografia e biodiversidade, o patropi é um país frequentemente preocupado com o meio ambiente, embora haja muitas atitudes e coisas que devam ser mudadas, tanto da parte da população como da parte do poder público. Como filhos da terra, precisamos urgentemente pensar e tomar atitudes emergenciais para proibir atitudes, que além de estar acabando com o maior patrimônio nacional, que é o meio ambiente, está causando a destruição do próprio ser humano. O desenvolvimento sustentável, a adoção de práticas sustentáveis, é extremamente necessário, mas acima de tudo é preciso que a população brasileira tenha uma maior preocupação e respeito com o meio ambiente. Vamos focalizar nosso meio, o pantanal de Mato Grosso, cuja porta de entrada, contrariada pelos vizinhos de MS, é aqui, em Cáceres, paraíso da fauna e da flora, infelizmente, como já mencionamos. Tanto é verdade que estamos nesta porta aberta ao reino natural, que foi nosso fundador Luiz Melo Pereira e Cáceres, o bandeirante desta história em 1873, que 95 anos após o florescer da semente cacerense, deu origens, às fazendas do Pantanal do Padre Inácio e Jauru, quando era governador-geral da capitania de Mato Grosso. Inicialmente, ele fundou a povoação de Casalvasco, para impedir a entrada de espanhóis e proteger parte da fronteira oeste do Brasil, transformando o local e os grandes campos em fazenda real, pertencente ao rei de Portugal. Para ilustrar melhor, nossa região passou a ser denominada 'Pantanal, em meados do século XVIII, pelos monçoeiros, para definir os campos alagados com várias lagoas e sangradouros. Histórias a parte, apenas para reforçar nossa condição pantaneira, como um dos maiores relicários natural, volvemos ao foco do meio ambiente, cujo respeito não se resume apenas a palestras, plantação de árvores num dia especifico e cantilenas de pseudos ecologistas de plantão. Precisamos nos conscientizar que cuidado com o meio ambiente é uma atitude que transcende qualquer idade, função, profissão, classe social ou nível de escolaridade. É dever de todos zelar pelo futuro do planeta, educação ambiental não é assunto só das instituições de ensino, é papel da sociedade e da família como um todo. O respeito ao meio ambiente deve ser mostrado em todas as nossas atitudes cotidianas, lembrando que trocamos o cordão umbilical pela respiração e já estamos estabelecendo nossa ligação com o meio, passando a transformá-lo. A forma que se dará essa transformação é de nossa responsabilidade e será a medida da nossa preocupação com o futuro da espécie humana. Respeitar o meio ambiente, portanto, é respeitar desde a menor composição do universo a ele em sua totalidade, plantar a semente da sustentabilidade de vida. Se a terra é a nossa casa, o universo não é o tapete, ele é o quintal de nossa casa, a Terra, trocando em miúdos, respeito ao meio ambiente é respeito ao Universo, é respeitar VOCÊ que faz parte do meio ambiente. É não jogar lixo no Rio Paraguai, nas ruas, avenidas e praças de Cáceres, dar um basta nas poluições visuais, sonoras e os cambaus, é ser gente, coisa que muitos ou esqueceram-se de ser, ou nunca foram mesmo. Neste mês do Meio Ambiente pelo menos, mostre seu respeito por ele. 




fonte: Da Redação



anuncie aqui rotary JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
covid
Multivida
High Society
Comemorando em grande estilo ao lado dos familiares e amigos mais um aniversário, a elegante empresária e coach Eliane Ribeiro, a quem enviamos votos de felicidades. Que esse novo ano venha recheado de coisas boas e vitórias. Parabéns!!!  Felicidades mil a Sebastiana Catelan que colheu mais uma rosa no jardim da vida e foi abraçada pelos amigos e familiares. Que Deus lhe conceda muita saúde e felicidades sempre. Receba o abraço especial desta coluna.  Vivas a aniversariante do dia Marinalva Denipotte Manfrin que desde cedo recebe felicitações dos amigos em sua rede social. Nos juntamos a eles pra desejar muita luz e muitos anos de vida.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados