Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Mané Futrica: Anais do Papo Reto
Data:23/10/2020 - Hora:10h24
Mané Futrica: Anais do Papo Reto
Reprodução Web

Alô tchurma de Xomanos, to de vorta meio no come-quieto da pandemia, papo reto, um pandemônio, em agitada campanha política em Cáceres, com muita boca pra pouca teta sem sutiãs, que foram cortados pra fazer máscaras. Tá valendo tudo na caça aos votos, afinal, o bererê é gordo e não causa colesterol. Como não voto aí, to de abelhudo, futricando como sempre, fazendo jus ao meu cargo vitalício de Mané Futrica e com fofocas no ventilador que neste calor até cachorro na bunda sua. Pra começar este papo reto, e haja reto, já que estamos falando em eleição, importante destacar que nem sempre é a política que faz o candidato virar ladrão e sim, o voto errado, vendido, trocado, que faz o ladrão virar político, frase de efeito, claro, mas com efeito pro eleitor pensar antes de clicar os números na urna. Falar em política, corrupção, mesmo nem todos candidatos sendo suspeitos, é bom puxar a capivara se alguns, já que quem vê cara, não vê coração, né mesmo? O Mané aqui, que é calejado nesse papo que volta e meia tá na mídia, lembra aqui da última futrica Papo Reto, de uma figura flagrada com bererê na cueca, pertinho do cesso e, nem estava investindo nos fundos, mas na poupança. A futrica é que nos anais da corrupção, dinheiro no cofrinho não é mais coisa de criança no porquinho. Quando a corrupção abunda, o remédio seria usar supositório pra lavagem de dinheiro na evasão das dívidas glúteas e avisar os homes da lei, pra num molhar os dedos na boca na hora de contar a bufunfa, pois nunca se sabe de onde a grana veio, mesmo que o corrupto diga Nádegas a declarar. Voltando a política eleitoral de Cáceres, fiquei sabendo que tem 5 cabos disputando a câmara municipal, gente, é muito cabo pra pouco cabo-eleitoral, concordam? Eu, se fosse candidato, ia prometer milhares de empregos na ZPE, depois das eleições, claro, meu slogan: O vereador da Zona; depois, culpava o governo, que prometeu que ela sai em 2021, após mais de 30 anos. Se ela não sair, truco, eu só fiz uma promessa a mais entre as dezenas dos politiqueiros nestas épocas. Outra promessa boa seria a implantação de hidrantes no pantanal pra apagar os incêndios e salvar as onças, dar trabalho aos bois bombeiros do dito pastoral. Convenhamos, os políticos atribuir aos chifrudos esta função, chega a ser um desrespeito aos nossos briosos homens do fogo integrantes da aguerrida corporação. Papo mais pra boi no rolete fugindo do inferno ardente provocado pelos criminosos piromaníacos. Concluindo, depois de bererê no cesso, eleição municipal, meu recado aos futuros vereadores, criar uma frente ampla em defesa do meio ambiente, caçar os piromaníacos e botar os capetas no xilindró, acabar com as queimadas, tipo Fogo-Zero, que a Mãe Natureza, agradece. Além do pó, fogo e fumaça, ninguém merece, né? Já seria um bom começo, calar a boca dos corruptos que ganham com este flagelo, que aos poucos vem dizimando nossa riqueza natural. Assim, se você é contra essa sujeira, não deposite lixo na urna. C'est-Fini, Papo Reto mesmo, sabiam que a bunda faz mais barulho que a banda? É que ela tem duas bandas, um conjunto e de vez em quando, bererê nos fundos, Vazei! 

 




fonte: Da Redação



AREEIRA JBA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
rotary alimento
High Society
Parabenizamos a linda Valentina Figueiredo que foi aprovada no vestibular de medicina da Unic. Merecidamente você conseguiu! E hoje os aplausos são todos para você! Parabéns! A força de vontade e a persistência trouxeram você a esse momento tão especial. Temos a convicção que essa conquista é o início de muitas outras...Que essa nova fase seja repleta de aprendizado e vitórias.  Um brinde ao casal Amarildo Merotti e Adriana Maciel Mendes, que celebraram mais um ano de casados, mais um ano de vida ungida pelas mãos de Deus. Desejamos que a felicidade continue fazendo parte do seu enlace matrimonial e que mais anos abençoados se possam acrescentar a todos aqueles que já contaram juntos. Um abraço forte a esse casal que tem fé no amor. Lançado o livro “Cáceres, Passado e presente de uma geografia poética” que proporciona ao leitor a arte em forma de poesia escrito pela ilustre cacerense Olga Castrillon Mendes, revelando a beleza histórica, cultural e religiosa da cidade com imagens capturadas pelas lentes do fotógrafo Rai Reis.  O livro valoriza e difundi a Princesinha, reconhecendo a importância e relevância do conjunto arquitetônico existente, como também o conjunto paisagístico da baía do Malheiros, rio Paraguai e Pantanal. Aplausos pelo belíssimo trabalho que teve apoio da ALMT, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer e Prefeitura Municipal de Cáceres. Fica a dica de leitura.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados