Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2021
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Letivo & Eletivo (?)
Data:18/08/2020 - Hora:07h17
Letivo & Eletivo (?)
Reprodução Web

No saldo trágico, milhar a cada 24 horas, na guerra silenciosa, aos poucos, o balanço soma mais de cem mil mortes no reino tupiniquim, com cerca de 3 milhões e meio de casos registrados, ostentando a pátria amarga o constrangedor título de vice-campeão do mundo no funesto contexto da Covid-19, cifras que poderiam ser bem menores, houvesse mais sensibilidade política e social, com isolamentos, distanciamentos, higiene e o imprescindível uso se máscara e álcool gel nos procedimentos cotidianos. Lamentável, uma vergonha nacional, até graduados tem desafiado a pandemia, recusando-se aos devidos cuidados, confrontando exigências, inclusive, apelando às carteiradas, truculências e no caso de governantes, portarias esdrúxulas, num desrespeito à própria vida e a de outrem. Outros, embarcam nas fakes tidas milagreiras com placebos que vão de vermífugos bovinos e suínos, as aplicações anais, enquanto, (Íh, Tá-já aí) nas esquinas em gotículas e toques, a maldita praga da segunda década do século XXI. Neste ambiente de incertezas, de eventuais contágios letais, nos deparamos com políticos sensatos, exemplo de compromisso com a saúde pública excelente e preventiva, como em Cáceres, mesmo questionado por alguns ignorantes. A atitude séria do prefeito Francis Maris Cruz em bater o martelo, adiando para 2021 as aulas presenciais da rede pública de ensino, oxalá deve poupar inúmeras vidas de um mal pior. Ao passar a régua e a borracha neste compasso do ano letivo em Cáceres, optando pelo ensino a distância online com reforço virtual no campo, demonstra que o executivo local, mesmo em final de mandato, sem condições legais de reeleição, merece total aprovação pela sua preocupação com a saúde pública. O oposto disso é o total descompromisso com a coletividade, infelizmente adotado por alguns gestores que preferem fazer média com mídias frágeis e o eleitorado em ano de pleito municipal. Num quadro de centenas de contaminados (600) dezenas de mortos (62) segundo dados do último final de semana em Cáceres, seria temerário liberar as aulas presenciais. Elas são foco de disseminação do vírus como consequência das aglomerações inevitáveis. Com certeza pensando seriamente nisso, Francis ciente das recomendações da Organização Mundial de Saúde, tomou esta decisão nem tanto simpática, evitando assim outras tantas dezenas de óbitos, num ano eletivo não letivo. Obviamente com afilhado(a) para disputar as eleições e dar sequência ao seu trabalho, Francis sem demagogias, opta por enquanto em votar no mais sagrado dos escrutínios, a vida. In-fine: quem já sentiu a sombra da morte no seio familiar, sabe o quanto dói perder alguém, sobretudo numa pandemia. 




fonte: Da Redação



JBA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
rotary alimento
zoom
SEcretaria Saúde
High Society
Parabenizamos a linda Valentina Figueiredo que foi aprovada no vestibular de medicina da Unic. Merecidamente você conseguiu! E hoje os aplausos são todos para você! Parabéns! A força de vontade e a persistência trouxeram você a esse momento tão especial. Temos a convicção que essa conquista é o início de muitas outras...Que essa nova fase seja repleta de aprendizado e vitórias.  Um brinde ao casal Amarildo Merotti e Adriana Maciel Mendes, que celebraram mais um ano de casados, mais um ano de vida ungida pelas mãos de Deus. Desejamos que a felicidade continue fazendo parte do seu enlace matrimonial e que mais anos abençoados se possam acrescentar a todos aqueles que já contaram juntos. Um abraço forte a esse casal que tem fé no amor. Lançado o livro “Cáceres, Passado e presente de uma geografia poética” que proporciona ao leitor a arte em forma de poesia escrito pela ilustre cacerense Olga Castrillon Mendes, revelando a beleza histórica, cultural e religiosa da cidade com imagens capturadas pelas lentes do fotógrafo Rai Reis.  O livro valoriza e difundi a Princesinha, reconhecendo a importância e relevância do conjunto arquitetônico existente, como também o conjunto paisagístico da baía do Malheiros, rio Paraguai e Pantanal. Aplausos pelo belíssimo trabalho que teve apoio da ALMT, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer e Prefeitura Municipal de Cáceres. Fica a dica de leitura.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados