Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 03 de Agosto de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Juiz acata pedido de estudo para reforçar segurança na Serra do Serra do Mangaval
Data:23/07/2020 - Hora:07h12
Juiz acata pedido de estudo para reforçar segurança na Serra do Serra do Mangaval
Serra do Mangaval: índice alto de acidentes (Foto: Arquivo)

O juiz federal Mauro Cesar Garcia Patini, da 1ª Vara Federal de Cáceres, atendeu parcialmente ao pedido do Ministério Público Federal (MPF) sobre o reforço da segurança na BR-070, em razão do alto índice de acidentes próximo à Serra do Mangaval. Conforme estudo comparativo realizado, no trecho de 5 km da serra ocorre uma média de 24 acidentes por km, enquanto no restante da rodovia, apenas 3.

A ação foi assinada na semana passada. Conforme narra o documento, o Ministério Público Federal (MPF) havia instaurado procedimento com objetivo de apurar a segurança do tráfego da BR-070, a partir da demanda da comunidade local.

No entanto, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) respondeu que foram instalados radares fixos em dois locais ao longo do trecho, além de defensas metálicas e sinalização horizontal e vertical, no segundo semestre de 2014.

Porém, as medidas não foram suficientes para obter um nível satisfatório de prevenção a novos acidentes, por conta do excesso de velocidade dos condutores, especialmente veículos pesados. Sobre a possibilidade de duplicação da via, o departamento informou que estava realizando um estudo de viabilidade técnica do local.

Eles alegam ainda que no segmento central da Serra, foram instalados mais radares, totalizando 8 equipamentos. Houve redução de 77% do número de acidentes, segundo o DNIT.

No período de 2011 a 2013 ocorreram na BR-074, no trecho entre o Km 691 e Km 696 - Serra do Mangaval -, um total de 37 acidentes com vítimas, resultando em 40 pessoas lesionadas e 5 pessoas.

Relatório Analítico de Atendimentos realizados pelo Corpo de Bombeiros indica a periculosidade do trecho conhecido como Serra do Mangaval, atribuindo à existência de uma cadeia de morros que criam diversos aclives e declives.

Apesar das medidas do DNIT, o magistrado entendeu que é necessário realizar um novo estudo técnico, com por um engenheiro com notável conhecimento e experiência no campo de engenharia de trânsito.

“Diante das estatísticas de frequentes mortes no local, tudo devidamente comprovado documentalmente pela parte autora, trazendo segurança e fundamentação mais que o suficiente para uma determinação coercitiva por parte da Justiça Federal, há que se determinar a imediata análise técnica do trecho e implementação de medidas de segurança”, escreveu.

Julgando parcialmente procedente o pedido, ele determinou a elaboração do estudo técnico no prazo de 60 dias, além da execução das medidas necessárias e recomendadas pelo engenheiro, também em 60 dias após sua conclusão.

 




fonte: Gazeta Digital



AREEIRA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
sicredi
rotary
SEcretaria Saúde
High Society
Celebraram 55 anos de união pautada no amor, companheirismo e respeito o casal Antônio Mendes e Creuza, a quem enviamos nosso Destaque Especial do dia com votos de felicidades, rogando ao Criador que a chama desse amor continue brilhando e que a alegria se renove a cada dia fortalecendo essa linda união. Nosso brinde a vocês! Tim Tim!!! Uma semana regada de coisas boas a Luciane Castrillon por mais um ano de vida, ela que festejou no aconchego do lar, recebendo o carinho especial da família e rol de amigos.  Que essa data possa ser celebrada sempre com saúde, amor e realizações. Felicidades mil!  Felicitações a linda Vivian Rondon pela passagem do seu natalício. Que esse novo ano seja repleto de alegrias, saúde e prosperidades ao lado de sua família. Parabéns!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados