Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FAPAM
Profissionais da saúde e trabalhadores do HSL denunciam falta de humanidade, informação e organizaçã
Data:11/06/2020 - Hora:08h23
Profissionais da saúde e trabalhadores do HSL denunciam falta de humanidade, informação e organizaçã
Ilustrativa

Em nota profissionais da saúde e trabalhadores do Hospital São Luiz de Cáceres expõe toda indignação em relação aos gestores da empresa Pró Saúde, administradora do referido hospital e das condições de trabalho.  Abaixo na íntegra a nota encaminhada a redação do Jornal Correio Cacerense, pelo grupo organizado de profissionais da saúde.  

Manifesto na íntegra:

Através desta viemos tornar público e notório a indignação dos profissionais de saúde e trabalhadores do Hospital São Luiz frente a falta de humanidade, informação e organização dos gestores da empresa PRÓ-SAÚDE, responsável pela administração do hospital.  

A saúde do Brasil nunca teve momentos tranquilos, porém agora vive um dos períodos mais difíceis da sua história por conta do novo corona vírus, contudo nós profissionais e trabalhadores da saúde não recuamos e estamos na linha de frente desempenhando nossa função e dando o máximo de suporte e cuidados a todos que dependem do nosso trabalho, sem medir esforços.  

Estamos presenciando a algum tempo que nossos direitos e benefícios vem sendo retirados e outros reduzidos gradativamente, já nos foi retirado o plano de saúde e plano odontológico, benefícios esses que nos dava sensação de segurança, pois sentíamos que nossa família estava resguardada e protegida, assim podendo exercer nosso trabalho com um pouco mais de tranquilidade, observamos também que não estão realizando os depósitos do FGTS dos colaboradores, ainda foram feitos cortes no percentual de insalubridade de alguns funcionários, agora estamos prestes a assistir a possível retirada do vale alimentação, há meses não estão nos repassando os valores do benefício, que neste momento é de extrema necessidade, pois houve redução na renda de muitas famílias por conta da pandemia.  

Além da preocupação com nosso benefício, temos que lhe dar com dificuldades com relação a falta de um planejamento, comunicação, organização e repasse de informações da equipe gestora que nos deixa de mãos atadas frente aos riscos,  não nos foi encaminhada  nenhuma diretriz ou protocolo que nos direcione e nos resguarde enquanto profissionais e cidadãos, isso está se refletindo na exposição de profissionais ao vírus,  que pode levar a uma série de novos possíveis contágios entre profissionais e familiares dos mesmos, estamos presenciando a todo momento por conta de falta de contingente suficiente em setores estratégicos o remanejamento desordenado de profissionais que atuam em setores que exigem um grau elevado de cuidado por ter pacientes com sistema imunológico fragilizado, como é o caso da UTI neonatal, esses profissionais são quase que coagidos a estarem indo para setores onde há casos confirmados e suspeitos da COVID 19, na eminência do medo de perderem seus empregos acabam por acatar a ordem e se expõem ao risco, após o trabalho concluído nenhum desses profissionais passa se quer pelo teste rápido, ou por algum método de monitoramento ou acompanhamento antes de retornar ao seu posto de origem, gerando mais incertezas e medo.      

Frente a esse cenário solicitamos o mais rápido possível um posicionamento e respostas da equipe gestora da empresa PRÓ-SAÚDE com relação a nossa dura realidade diária e as suplicas já relatadas acima.  

GRUPO ORGANIZADO DE PROFISSIONAIS DA SAUDE (G.O.P.S)

 

OUTRO LADO:

Para manter o atendimento aos pacientes diante do atual cenário econômico e da saúde no país, buscando a perenidade dos serviços, a Pró-Saúde vem realizando um plano de adequação no Hospital São Luiz.
Os ajustes são necessários para vencer esses tempos difíceis e vêm sendo realizados a partir de alternativas que visem o menor impacto possível. Desse modo, a entidade garantiu assistência em saúde para todos os colaboradores, pois o atendimento em saúde é realizado pelo próprio hospital.
Nesse contexto de crise, o HSL optou pela suspensão temporária do FGTS com base na medida provisória do Governo Federal que, posteriormente, voltará a ser recolhido em parcelas. Todo esse processo foi compartilhado e acompanhado pelos colaboradores do Hospital.
Sobre o vale alimentação, a informação que sugere seu cancelado não procede. O pagamento dos benefícios referentes ao período anterior do mês de maio já foi efetuado.
Para enfrentar a pandemia da Covid-19, os colaboradores do hospital foram treinados e orientados a partir das diretrizes clínicas divulgadas pela entidade, com base nos protocolos estabelecidos pelos órgãos oficiais de saúde. Eles atuam em conformidade com as normas de segurança, utilizando os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).
Os profissionais também são monitorados pela Vigilância Epidemiológica, bem como seus familiares. Inclusive, a única infectologista da região é diretora Técnica no Hospital São Luiz, que possui corpo clínico capacitado.
O afastamento de colaboradores devido ao novo coronavírus é uma situação vivida em todas as regiões do país. Atuar na saúde é considerado por muitos profissionais uma missão humanitária em defesa da vida, condição que está fortemente presente nos juramentos que muitos profissionais fazem ao concluírem a graduação.
Por fim, a direção do Hospital São Luiz permanece à disposição dos colaboradores e ressalta a missão da unidade na prestação de um atendimento seguro e com qualidade para todos na região de Cáceres.
 
Comunicação
Hospital São Luiz

 




fonte: G.O.P.S



rotary JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
sicredi
SEcretaria Saúde
rotary
High Society
Festejou ontem data nova, o empresário e rotariano Thiago de Lucas que recebeu os parabéns dos familiares, amigos e clientes. Vida longa, repleta de realizações e saúde é o que lhes desejamos.  Nosso Bom dia com votos de uma semana produtiva ao rotariano Leandro Martins, Assessor do Deputado Valmir Moretto, que vem fazendo um brilhante trabalho junto aos pequenos produtores da nossa região. É isso aí, competência e comprometimento você tem de sobra. Bom trabalho!!! Destaque Especial ao poeta e escritor cacerense, Odair José, que lançou o livro “Contos e Pensamentos do Poeta Cacerense”, que retrata histórias, aventuras e momentos que contemplam a regionalidade da cultura cacerense. O leitor deslumbrará histórias como: O travesti da Avenida São Luis, O marido de Geraldo, O homem da Cabeça de Borracha, O menino da Praça da Feira, O Minhocão, e muito mais da cultura mato-grossense. Vale conferir, o livro pode ser adquirido pelo e-mail odairjsilva79@gmail.com e/ou pelo telefone (65) 99813-6036.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados