Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 06 de Abril de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
O dia em que a Terra parou
Data:24/03/2020 - Hora:07h58

A música de Raul Seixas nunca esteve tão presente em nossas vidas. O hit “O dia em que a Terra parou” está no auge no planeta Terra. Estamos vivendo estes dias de março/2020 em verdadeiro pânico. A Saúde do planeta está em xeque. Informações de toda natureza circulam com verdades e mentiras, deixando a população estarrecida. A falta de solidariedade humana, mais uma vez, está presente. E, para piorar, a rapidez dessas informações, falsas ou verdadeiras, geram medo e reações desencontradas de todos. Confesso estar perplexo e cético com este momento. Confesso, também, que aceito a tese da teoria da conspiração que o vírus é “fabricado” e que, ao final disso tudo, além dos problemas humanitários decorrentes, teremos um retrocesso/atraso em todos os indicadores mundiais, de qualquer área ou aspecto. Ainda neste artigo exemplifico essa tese.

Não sou da área da saúde, mas entendo que a velocidade da transmissão do vírus, aliado à falta de equipamentos e leitos, com restrição de pessoal a ser empregado, já se falando inclusive em requisitar aposentados; é motivo para toda a sorte de medidas restritivas de contato, evitando-se contágio. Ainda assim espero que outras situações também danosas não sejam ignoradas, como o combate à dengue, até outro dia foco de toda a atenção. Sei da excepcionalidade, sei da gravidade instalada, mas espero que os comitês gestores da crise saibam lidar com todas as situações postas até agora.

Este artigo foge um pouco do jargão politicamente correto, regra necessária para não ser considerado isto ou aquilo, afinal sou apenas um articulista tentando enxergar um pouco o antes, este durante e o depois do coronavírus, o SARS COVID-19. Em 17/03/2020, infelizmente, tivemos o(s) primeiro(s) óbito(s). O momento, agora, é única e exclusivamente de debelar o surto e preservar vidas. Esta perda não tem retorno. Também tivemos morte pelo já conhecido vírus da gripe Influenza.

Por isso, creio que podemos e devemos fazer algumas ponderações, em outros setores. As autoridades estão tomando medidas no âmbito federal, estadual e municipal. Eventos e reuniões suspensas. Medidas necessárias.

Creio que o antes foi subestimado, o durante está sendo enfrentado, mesmo com atitudes contraditórias do principal elemento neste processo.

Agora, o depois será imprevisível, a Economia Globalizada sofrerá perdas que impactarão demais as pessoas. O próprio pacote de injeção de recursos liberados pelo Governo Federal não tem medidas para atender os  brasileiros que estão na economia informal, nos “bicos” eventuais e que precisam também ser acolhidos. Meu senso humanitário me deixa perplexo com o futuro. Falta liderança neste processo. Planejamento é fundamental. Hoje atacamos as consequências; amanhã teremos que agir nas causas para evitar novas e maiores consequências. O mundo sucumbiu ao vírus, chamado de vírus chinês por Trump. Os chineses, por sua vez, dizem que o vírus foi levado para a China por militares americanos. Por isso me referi antes à chamada teoria da conspiração (matéria esta publicada pela Folha de SP, fonte AFP direto de Washington e Pequim). Mas, sem polêmicas, fica para reflexão de cada um. Este não é o ponto principal hoje.

O que precisamos agora? Cuidar da nossa população, conter a pandemia e ter um grupo técnico pensando para além dos próximos 120 (cento e vinte) dias.

Uma eleição sem fundos partidários, destinando os recursos para a saúde, uma desoneração efetiva do trabalho, uma ação conjunta dos governos interna e externamente, para colocar o mundo nos trilhos, já seria bem-vindo. Que se habilitem os líderes... Ainda os temos? ___***Karim Abud Mauad




fonte: Karim Abud Mauad



anuncie AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Enviamos rosas perfumadas para uma pessoa muito querida, amiga sincera e leitora crítica do nosso matutino há muitos anos. Estamos falando da elegante dama da society cacerense Marília Campos Fontes a quem desejamos um dia iluminado. Um excelente fim de semana ao casal Silvio Luiz Silva e Andréa Pianta, que desfilam simpatia, charme e beleza por onde frequentam. Casal lindo que merece nosso carinho especial de hoje. Em tempo felicitamos Rubia Ranzani Tesch, que festejou mais um ano de vida e recebeu os abraços calorosos dos amigos e familiares. Que essa data seja o início de um ano de vitórias em sua vida, que a prosperidade venha ao seu encontro, e que você nunca esqueça a pessoa especial que é. Feliz aniversário!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados