Diretora administrativa: Rosane Michels
Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FAPAM
Indiavaí e mais 15 estão no ranking de municípios insustentáveis em MT
Data:14/1/2020 - Hora:07h29
Indiavaí e mais 15 estão no ranking  de municípios insustentáveis em MT

Um levantamento da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) revelou que 16 dos 141 municípios de Mato Grosso aparecem entre as cidades brasileiras “insustentáveis”.

Na prática, são municípios onde a receita gerada localmente não é suficiente nem para custear a estrutura administrativa da Prefeitura e a Câmara de Vereadores.

Integram o ranking, as seguintes cidades: Alto Paraguai, Denise, Jangada, São Pedro da Cipa, Nova Guarita, Nova Brasilândia, Nova Santa Helena, Figueirópolis D’Oeste, Salto do Céu, Vale do São Domingos, Glória D’Oeste, Indiavaí, Planalto da Serra, Luciara, Serra Nova Dourada e Araguainha.

Os dados são relativos ao ano de 2018 e foram divulgados no último mês. Em todo o País, 1.856 cidades aparecem na lista.

Conforme o levantamento, esses municípios brasileiros gastaram em média R$ 4,5 milhões naquele ano. Em contrapartida, geraram apenas R$ 3 milhões de receita local.

Dentro os municípios mato-grossenses listados pelo Índice de Gestão Fiscal Firjan, o que detém a menor população é Araguainha, com 956 moradores.

Em entrevista recente, o prefeito Silvio José de Moraes Filho afirmou que a arrecadação própria do município gira em torno de R$ 820 mil, sendo quase a totalidade consumida para custeio e gastos com folha.

Esse foi, inclusive, um dos indicadores avaliados pela Firjan e apontado como o segundo principal problema das cidades brasileiras: a alta rigidez do orçamento por conta dos gastos com pessoal.

O indicador mostra que 821 prefeituras brasileiras estão fora da lei por comprometer em 2018 mais de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL) com a folha de salário do funcionalismo público.

Outras 1.814 gastaram mais de 54% da receita com esse tipo de despesa e já ultrapassaram o limite de alerta definido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Conforme o prefeito de Araguainha, quase 20% da população da cidade (184 pessoas) são servidores efetivos da Prefeitura. Além disso, há outros 42 contratados.

Se aquilo que se arrecada é quase insuficiente para manter as obrigações, há ainda uma série de dívidas acumuladas pela Prefeitura.

“Existem processos precatórios, judiciais e dívidas (trabalhistas e ações já transitadas em julgado e que estamos pagando). Fora isso, existe também nossa dívida previdenciária, que acredito ser a maior dívida do Estado: R$ 7,2 milhões”, revelou o prefeito de Araguainha, na ocasião.

Alto Paraguai, Denise, Jangada, São Pedro da Cipa,  Nova Guarita, Nova Brasilândia, Nova Santa Helena, Figueirópolis D’Oeste, Salto de Céu, Vale de São Domingos, Glória D’Oeste, Indiavaí, Planalto da Serra, Luciara, Serra Nova Dourada e Araguainha, figuram na lista dos município mato-grossenses.

 




fonte: Camila Ribeiro



anuncie aqui AREEIRA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
rotary alimento
zoom
rotary
High Society
Aniversariando amanhã a socialite Adriana Maciel Mendes Merotti que comemora a data cercada de carinho do maridão Amarildo Merotti, do filho André e seleto grupo de amigos. Desejo um feliz aniversário!  Que a alegria acompanhe você por todos os momentos e que Deus continue guiando todos os seus passos e iluminando cada vez mais os seus pensamentos. Brinde especial ao aniversariante Sidney Garcia que festejou data nova ao lado da esposa (foto) e companheiros do Rotary. Que esse novo ano seja pleno de alegrias e saúde. Feliz Aniversário!!!  Marcando golaço no placar da vida o colega de jornalismo Pedro Miguel, que recebe os parabéns dos amigos e familiares. Que sua vida seja uma soma de bênçãos e de vitórias são os nossos votos.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados