Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FAPAM
Homilia do Papa: Pelo progresso dos Povos
Data:14/09/2019 - Hora:08h00

Amados irmãos e irmãs! Ouvimos no Evangelho de Lucas uma passagem do Sermão da Planície. Depois de escolher os seus discípulos e ter proclamado as Bem-aventuranças, Jesus acrescenta: Digo-vos a vós que Me escutais: “Amai os vossos inimigos. Uma palavra dirigida hoje também a nós, que O escutamos neste Estádio. Di-lo com clareza, simplicidade e firmeza traçando uma senda, um caminho estreito que requer algumas virtudes. Porque Jesus não é um idealista, que ignora a realidade; está a falar do inimigo concreto, do inimigo real, que descrevera na Bem-aventurança anterior, aquele que nos odeia, expulsa, insulta e rejeita como infame.

Muitos de vós podem ainda contar, em primeira pessoa, histórias de violência, ódio e discórdias; alguns, em sua própria carne; outros, de alguém conhecido que já não está; e outros ainda pelo temor de que feridas do passado se repitam e tentem apagar o caminho de paz já percorrido, como em Cabo Delgado. Jesus não nos convida a um amor abstrato, etéreo ou teórico, redigido em escrivaninhas para discursos. O caminho que nos propõe é o que Ele percorreu primeiro, o caminho que O fez amar aqueles que O traíram, julgaram injustamente, aqueles que O mataram. É difícil falar de reconciliação, quando ainda estão vivas as feridas causadas durante tantos anos de discórdia, ou convidar a dar um passo de perdão que não signifique ignorar o sofrimento nem pedir que se cancele a memória ou os ideais. Mesmo assim, Jesus convida a amar e a fazer o bem. E isto é muito mais do que ignorar a pessoa que nos prejudicou ou esforçar-se por que não se cruzem as nossas vidas: é um mandato que visa uma benevolência ativa, desinteressada  e extraordinária para com aqueles que nos feriram. Mas Jesus não fica por aí; pede-nos também que os abençoemos e rezemos por eles; isto é, que o nosso falar deles seja um bendizer, gerador de vida e não de morte, que pronunciemos os seus nomes não para insulto ou vingança, mas para inaugurar um novo vínculo que leve à paz. Alta é a medida que o Mestre nos propõe!

Com tal convite, Jesus - longe de ser um obstinado masoquista – quer encerrar para sempre a prática tão usual – ontem como hoje – de ser cristão e viver sob a lei de talião. Não se pode pensar o futuro, construir uma nação, uma sociedade sustentada na equidade da violência. Não posso seguir Jesus, se a ordem que promovo e vivo é olho por olho, dente por dente. Nenhuma família, nenhum grupo de vizinhos ou uma etnia e menos ainda um país tem futuro, se o motor que os une, congrega e cobre as diferenças é a vingança e o ódio. Não podemos pôr-nos de acordo e unir-nos para nos vingarmos, para fazermos àquele que foi violento o mesmo que ele nos fez, para planearmos ocasiões de retaliação sob formatos aparentemente legais. As armas e a repressão violenta, mais do que dar solução, criam novos e piores conflitos. A equidade da violência é sempre uma espiral sem saída; e o seu custo, muito alto. Há outro caminho possível, porque é crucial não esquecer que os nossos povos têm direito à paz. Vós tendes direito à paz. ***___vaticannews – Papa Francisco

 



fonte: vaticannews – Papa Francisco



anuncie aqui anuncie JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
rotary
High Society
Flores multicoloridas a delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes que festejou data nova e recebeu o carinho mais que especial da família e rol de amigos. Que esse novo ano seja repleto de coisas boas e que Deus derrame infinitas bençãos, dando saúde e sabedoria para continuar realizando esse brilhante trabalho à frente da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso Dedico este espaço hoje a Maria Madalena Souza Pinto, uma pessoa muito especial, que carrega consigo o dom de ensinar. Ela ontem apagou mais uma velinha e recebeu os calorosos abraços dos filhos, netos e amigos.  Um beijo enorme com votos de saúde, prosperidades e muitos anos de vida. Tim Tim a sua felicidade!!! Hoje é dia de festa para Arci Rezende que está marcando mais um golaço no placar da vida. Na oportunidade recebe os parabéns dos familiares, rol de amigos e dos companheiros do Rotary. Muita luz, amor, paz e realizações é o que lhes desejamos para o novo ano que inicia. Salute!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados