Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FAPAM
Homilia do Papa: Sendo um bom Cristão
Data:24/08/2019 - Hora:08h49
Homilia do Papa: Sendo um bom Cristão
Divulgação

“O sinal de que alguém é um bom cristão é quando a conversão chega ao bolso”. Com essas palavras pronunciadas durante a Audiência Geral na quarta-feira (21) no Sala Paulo VI no Vaticano, o Papa Francisco explicou o que se deve fazer para ser um bom cristão. “Se querem saber se são bons cristãos…, sim, devem rezar, devem buscar se aproximar à comunhão, à reconciliação…, mas o sinal de que seu coração se converteu é quando a conversão chega ao bolso. Aí é onde se vê. Se for generoso com os demais, se ajuda os mais fracos, os mais pobres: quando nega o próprio interesse. Quando a conversão chega aí, estejam seguros de que é uma verdadeira conversão. Se unicamente ficar nas palavras, nos gestos…, não é uma boa conversão”. Em sua catequese, o Papa refletiu sobre o termo koinonia, “palavra grega que quer dizer, ‘pôr em comum’, ‘compartilhar’, ‘comunicar, participar’. Da Igreja das origens, koinonia fazia referência, sobretudo, à participação no Corpo e Sangue de Cristo, que se traduz em união fraterna e, portanto, também na partilha comum dos bens e na coleta a favor da Igreja mãe de Jerusalém”.

O Santo Padre explicou que “a koinonia, ou comunhão, converteu-se na nova modalidade de relação entre os discípulos do Senhor. Uma modalidade cristã. Até tal ponto que os pagãos olhavam para os cristãos e diziam: ‘Vejam como se amam’. O amor era a modalidade, mas não um amor de palavra, um amor falso. Não. Amor de obras, de ajudar uns aos outros. Amor concreto. A concreção do amor. O vínculo com Cristo instaura um vínculo entre irmãos que avançam juntos e se expressa também na comunhão de bens materiais”. Francisco convidou a “não esquecer-se dos pobres. Recordar os pobres. Não só os pobres materiais, mas também os pobres espirituais. Aquele que tem problemas, tem necessidade de nossa proximidade. Um cristão sempre parte de si mesmo, de seu próprio coração e se aproxima como Jesus se aproximou de nós”. “A Igreja sempre teve este gesto cristão no qual os seus membros se despojavam das coisas que lhes sobravam, das coisas que não eram necessárias, para dar àqueles que tinham necessidade. E não só dinheiro, mas também tempo. Quantos cristãos, por exemplo, aqui na Itália, fazem voluntariado. Isto é muito bonito. É comunhão: compartilhar meu tempo com outros para ajudar àqueles que têm necessidade: o voluntariado, as obras de caridade, as visitas aos doentes… Devemos sempre compartilhar com outros, e não procurar unicamente o próprio interesse”. vaticannews.va/pt/papa-francisco. 




fonte: vaticannews.va/.../papa.



anuncie JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
rotary
rotary alimento
Multivida
High Society
Flores multicoloridas a delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes que festejou data nova e recebeu o carinho mais que especial da família e rol de amigos. Que esse novo ano seja repleto de coisas boas e que Deus derrame infinitas bençãos, dando saúde e sabedoria para continuar realizando esse brilhante trabalho à frente da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso Dedico este espaço hoje a Maria Madalena Souza Pinto, uma pessoa muito especial, que carrega consigo o dom de ensinar. Ela ontem apagou mais uma velinha e recebeu os calorosos abraços dos filhos, netos e amigos.  Um beijo enorme com votos de saúde, prosperidades e muitos anos de vida. Tim Tim a sua felicidade!!! Hoje é dia de festa para Arci Rezende que está marcando mais um golaço no placar da vida. Na oportunidade recebe os parabéns dos familiares, rol de amigos e dos companheiros do Rotary. Muita luz, amor, paz e realizações é o que lhes desejamos para o novo ano que inicia. Salute!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados