Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 17 de Novembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
O Minhocão de Cáceres
Data:24/08/2019 - Hora:08h24

Nosso editor aproveitou o gancho hoje para abordar o tema folclore devido ontem (22) o calendário registrar esta data comemorativa e como as lendas representam o conjunto de estórias e contos narrados pelo povo, transmitidas de geração em geração, lembro-me de uma especial aqui em Cáceres, que meus pais contavam quando eu era criança, a Lenda do Minhocão, a historia da cobra gigante da cidade. Pois bem, reza a lenda que o minhocão é uma cobra gigante capaz de sugar em poucos minutos o sangue de uma pessoa. Há alguns anos começaram a desaparecer alguns animais da região próxima a uma usina de açúcar e álcool. Galinhas, porcos, bezerros e cachorros eram encontrados muito tempo depois, totalmente estraçalhados. Foi então que os moradores descobriram que por ali  circulava uma serpente gigante.

Os boatos e o medo tomavam conta. O dono da usina já não sabia mais o que fazer e chamou um padre para orientá-lo. Toda a região foi benzida. A serpente respingada por um pouco daquela água benta, mergulhou no rio Paraguai e fugiu, até um esconderijo em frente ao local no qual uma igreja estava sendo construída. Porém, não pode ficar muito tempo lá, já que muitas mulheres vinham até o rio para lavar suas roupas ou tomar banho. Diante disso a serpente foi rastejando embaixo da terra e se acomodou justamente na área em que a igreja seria construída.

Quando a obra ficou pronta, houve uma missa em comemoração. Ao perceber os passos e vozes em cima dela, a cobra se mexeu e tremeu tanto que a obra começou a desabar. Primeiro foi o teto que caiu ferindo fiéis e depois as paredes. Algumas pessoas pensaram até que era um terremoto. Sem saber o que fazer, o povo começou a rezar, sendo que Nossa Senhora ficou com pena dos pobres fieis e decidiu ajudá-los. Mesmo que eles conseguissem construir a igreja de novo, a santa sabia que o problema não estaria resolvido, já que a serpente poderia voltar a se mexer a qualquer momento e todos estariam em risco. Resolveu, então, amarrar a enorme cobra. Pegou três fios do seu próprio cabelo e deu um nó em cada parte da cobra, que já não podia mais se mexer. Só depois de dezesseis anos, a catedral pode ser reconstruída e até hoje o povo de Cáceres acredita que a cobra ainda está lá embaixo, mas que não há perigo, pois ela esta presa pelo fio de cabelo de ouro de nossa senhora.***___Compilado por Rosane Michelis

 



fonte: Compilado por Rosane Michelis



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
QI
zoom
Multivida
High Society
A família rotária de  Cáceres está em festa com a realização da  Olimpíada Distrital de Interact Clubs (ODIC) do Distrito 4440. O evento tem como objetivo unir os clubes de Interact do estado através de jogos dinâmicos e gincanas. Batizada como Odic do Infinito, na tarde/noite de ontem os mais de 200 jovens foram recebidos pelos interactianos e rotarianos de Cáceres. Esta coluna deseja a todos boas vindas e sucessos nas olimpíadas. No rol dos aniversariantes  o colunável cirurgião dentista Renato Michels Carvalho que comemora a data cercado de carinho da namorada, dos familiares e pessoas próximas. Felicidades e realizações são os nossos votos. Salute!!! Sempre atento as notícias mais mais da Princesinha, Daniel Lima juntamente com a competente equipe do Colégio QI, que acompanham todas as manhãs nosso trabalho. Agradecemos a preferência e desejamos um ótimo dia.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados