Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
Reub
Sinuca de Bico
Data:21/08/2019 - Hora:08h17
Sinuca de Bico
Reprodução Web

Embora alguns possam nos taxar de pessimista, língua de trapo, do quanto pior, melhor, de trotskistas e os cambaus, vale aqui aquele aforisma, que pior cego é aquele que insiste em não ver, pois amigos, a coisa tá braba mesmo, o trem anda cosquento, tem vampiro bebendo groselha, calça rasgada no joelho deixou de ser moda, é pobreza mesmo, pode piorar, segundo estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas.Apolíticos como sempre fomos, não podemo ignorar os dados que mostram, a desigualdade crescente nos últimos quatro anos no Brasil, fazendo com que o abismo entre ricos e pobres fique cada vez mais profundo. A pesquisa da FGV que tivemos acesso, revela que o país está vivendo o ciclo mais longo da história de aumento da concentração de riqueza no território nacional. Nos últimos 17 trimestres seguidos, o Índice Gini, (dado que mede o nível de desigualdade social), vem crescendo continuamente. O indicador passou de 0,6003, no quarto trimestre de 2014, para 0,6291, no segundo trimestre deste ano. Quanto mais perto de 1,0, maior é a desigualdade e, quanto mais perto de zero, menor é a concentração de riqueza. Óbvio, que o desemprego desempenhou papel importante no aumento da desigualdade durante esse período que inclui a recessão de 2015 e 2016, a maior já documentada, interrompendo o processo de redução da concentração da renda que vinha sendo registrado desde o início dos anos 2000, conforme relata o economista Marcelo Neri, diretor do FGV Social, responsável pela realização do estudo. A renda caiu junto com a desigualdade nesse período em meio à brutal desaceleração da economia, mostrando que esse aumento da concentração ajuda explicar a perda do bem-estar social. Outro detalhe é que o estudo mostra que os 10% mais ricos tiveram incremento de 2,55% na renda, ao passo que a renda da metade mais pobre da população encolheu 17,1%.  Veja o amigo leitor, que nem mesmo em 1989, quando foi registrado o pico histórico da desigualdade, houve uma concentração de renda por um período tão longo. Com este ritmo, a guerra comercial entre a China e os Estados Unidos, não querendo ser pessimista, é bom que se frise isso, não é possível afirmar que o pior já passou. Nem todos tem vocação pra tocador de violino de navio, vejam que até a última quinta feira, dia 15, as saídas de capital estrangeiro da Bolsa de Valores somaram R$ 19,16 bilhões, a maior fuga de capitais do mercado acionário brasileiro, desde que se passou a medir sua participação na Bovespa, em 1996, superando, inclusive, a ocorrida no mesmo período de 2008, ano da supercrise mundial, que foi de R$ 16,5 bi, de janeiro até a metade de agosto.Se os grande estão com a pulga atras da orelha, se lançando ao mar das tormentas em busca de refugio para seus capitais, imagine o classe media,(nem se fale aqui, do pobre assalariado) acendendo uma vela para o santo das causas impossíveis, Santo Expedito, já descrente das tais reformas, da previdência e tributária, e com razão, que até prova em contrário,só deverá facilitar a vida dos grandes empresários e banqueiros. A esperança é a última que morre, mas ela um dia morre, não é mesmo?




fonte: Da Redação



anuncie JBA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Elegante e lindíssima Gessica Simoncele oficializou união com Igor de Souza em cerimônia preparada com muito carinho para o grande dia. Na presença de familiares, amigos e padrinhos selaram o amor. Felicidades ao casal.  Aniversariante do dia Marisa Klein Dias que recebe o carinho especial do esposo Claudio, filhos e rol de amigos. Essa coluna deseja um ano de vitórias e muita saúde. Um brinde a você...Tim tim! Empreendedora de visão, Beatriz Tavares inaugura hoje o novo espaço da Casa Marquesa com inovações agregando valores ao seu negócio. Na oportunidade recebe os clientes e amigos no fim da tarde com um coquetel. Sucessos!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados