Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Mesmo com a economia fraca carga tributária é 35% do PIB
Data:30/07/2019 - Hora:09h03
Mesmo com a economia fraca  carga tributária é 35% do PIB
Ilustrativa

Mesmo com a economia “patinando”, a carga tributária do País bateu recorde histórico e atingiu 35,07% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2018, o equivalente a R$ 2,39 trilhões. O pico anterior da série, iniciada em 1947, era de 2008. No ano passado, cada brasileiro recolheu em média R$ 11.494 em impostos e precisou trabalhar 128 dias só para quitar compromissos com o Fisco.

A maior parte foi recolhida pela União (22,66% do PIB). Os governos dos estados ficaram com 8,65% do total, principalmente por meio do ICMS. Já as prefeituras recolheram 2,27% da carga tributária, essencialmente por meio de IPTU e Imposto Sobre Serviços (ISS).

O secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, lembrou que a carga tributária brasileira é alta na comparação com os países da América Latina e está cerca de dez pontos do PIB acima da média da região. Ele destacou que o total de impostos pagos pelos brasileiros é elevado por conta do tamanho das despesas públicas.

“A gente tem uma carga tributária alta, uma dívida pública alta e que está crescendo, e ainda tem um déficit fiscal alto. Se não quiser cortar despesa, só aumentando a carga tributária;”disse ele.

Apesar da quantidade de impostos pagos, as contas do governo federal fecharam fevereiro no vermelho e registraram um rom bode R $18,2 bilhões. Foi o quarto pior resultado de toda a série histórica, iniciada em 1997. Para este ano, o governo busca atingir uma meta fiscal, que, por conta do desequilíbrio fiscal brasileiro, é de um rombo de até R$ 139 bilhões.

Segundo o levantamento, feito pelos economistas José Roberto Afonso e Kleber de Castro, o peso dos tributos sobre as empresas e pessoas físicas teve um crescimento de 1,33 ponto porcentual em relação a 2017, o maior salto em relação ao exercício anterior dos últimos 17 anos. O resultado reforçou os questionamentos sobre a tese aventada no final da década passada, de que, após a crise global, teria havido uma quebra estrutural na trajetória crescente da carga tributária brasileira.




fonte: A.E com Redação



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Elegante e lindíssima Gessica Simoncele oficializou união com Igor de Souza em cerimônia preparada com muito carinho para o grande dia. Na presença de familiares, amigos e padrinhos selaram o amor. Felicidades ao casal.  Aniversariante do dia Marisa Klein Dias que recebe o carinho especial do esposo Claudio, filhos e rol de amigos. Essa coluna deseja um ano de vitórias e muita saúde. Um brinde a você...Tim tim! Empreendedora de visão, Beatriz Tavares inaugura hoje o novo espaço da Casa Marquesa com inovações agregando valores ao seu negócio. Na oportunidade recebe os clientes e amigos no fim da tarde com um coquetel. Sucessos!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados