Diretora administrativa: Rosane Michels
Domingo, 17 de Novembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Novos tempos, novas Práticas
Data:24/07/2019 - Hora:07h23

Na Capital fala-se muito em Menos Brasília, Mais Brasil. Se faz necessário então que assuntos relevantes ao país passem a deixar de ser pensados simplesmente como politicamente corretos e comecem a ser pensados como economicamente corretos, e porque não, sanitariamente responsáveis. É necessário refletir agora o que é economicamente melhor para o Brasil e não o politicamente melhor. Naturalmente, a política tem que existir e continuar, e se faz necessária numa democracia, mas hoje é indicada menos mão política e mais mão econômica. É preciso pensar naquilo que é melhor financeiramente para o País, especialmente neste momento em que passa por uma de suas piores crises de desemprego da história.

Um dos temas que ilustra esse problema é a grande discussão da Cannabis no Congresso Nacional. A questão deve gerar ainda mais conflitos, uma vez que alguns políticos estão quase se digladiando por razões ideológicas e políticas neste momento. Contudo, não se pode esquecer que o mundo está com o Cannabidiol - CBD em pauta por razões muito maiores- soluções jamais conseguidas em algumas doenças que atingem crianças como a epilepsia e idosos, comoção de Parkinson. Essa pauta, portanto, precisa ser bem discutida e analisada por todos, porque é um momento importante.

A cannabis de algum modo foi liberada em vários países da Europa e inclusive nos Estados Unidos, sob diversas formas como o uso medicinal e recreativo. Não se pode ter, deste modo, uma visão simplista de um problema complexo, que tem várias vertentes. A descriminalização da Cannabis há anos tem sido discutida nas várias esferas do governo.

 

Muitos especialistas em questões legais e legislativas, como nós, acreditam que apesar de forças conservadoras contra, inclusive de autarquias federais, o Congresso Nacional deve decidir pela liberação para uso medicinal. Avançamos a partir da última terça-feira, 11 de junho, quando a Anvisa aprovou duas propostas de Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC) que podem autorizar o cultivo medicinal para indústria e para estudos científicos.

Agora, a regulamentação para uso medicinal e científico, e do registro de medicamentos produzidos com princípios ativos da planta passará por duas consultas públicas. Uma RDC trata dos requisitos técnicos e administrativos para o cultivo da planta por empresas farmacêuticas e a outra trata dos procedimentos para o registro e monitoramento de medicamentos produzidos à base de componentes/metabólitos da planta, seus derivados e análogos sintéticos.

As regras devem tratar do monitoramento e a rastreabilidade dos medicamentos do plantio até o paciente passando por todo o processo produtivo. A regulação será rigorosa quanto à cadeia de produção, distribuição e consumo. De acordo com a agência reguladora, as normas serão aplicáveis apenas a remédios cuja indicação terapêutica seja restrita a pacientes com doenças debilitantes graves e/ou que ameacem a vida e não tenham alternativa terapêutica.

As consultas serão abertas a contribuições de empresas, universidades, órgãos de governo e de defesa do consumidor, além de profissionais de saúde e da população em geral. Enfim o Brasil participará desta evolução no acesso à saúde. Novos insumos, novos produtos, novos tratamentos com toda capacidade técnico-científica e empreendedora do povo brasileiro.***___Neide Montesano, é CEO do Grupo Montesano e expert em sustentabilidade regulatória e boas práticas de desenvolvimento de negócios

 

 




fonte: Neide Montesano



anuncie aqui anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
QI
Multivida
zoom
High Society
A família rotária de  Cáceres está em festa com a realização da  Olimpíada Distrital de Interact Clubs (ODIC) do Distrito 4440. O evento tem como objetivo unir os clubes de Interact do estado através de jogos dinâmicos e gincanas. Batizada como Odic do Infinito, na tarde/noite de ontem os mais de 200 jovens foram recebidos pelos interactianos e rotarianos de Cáceres. Esta coluna deseja a todos boas vindas e sucessos nas olimpíadas. No rol dos aniversariantes  o colunável cirurgião dentista Renato Michels Carvalho que comemora a data cercado de carinho da namorada, dos familiares e pessoas próximas. Felicidades e realizações são os nossos votos. Salute!!! Sempre atento as notícias mais mais da Princesinha, Daniel Lima juntamente com a competente equipe do Colégio QI, que acompanham todas as manhãs nosso trabalho. Agradecemos a preferência e desejamos um ótimo dia.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados