Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 23 de Abril de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Soja convencional em Mato Grosso chega a 35% e bate recorde mundial
Data:13/06/2012 - Hora:13h02
Soja convencional em Mato Grosso chega a 35% e bate recorde mundial
Visando um mercado consumidor cada vez mais exigente, a soja convencional se mostra como uma opção técnica e economicamente viável para os produtores. Sementes testadas e aprovadas nos 3 anos do Programa Soja Livre apresentam um rol de opções cada vez maior. Em Mato Grosso, maior produtor de soja livre do mundo, a colheita do grão não-transgênico chegou a cerca de 35% na última safra. Para a próxima, segundo o diretor técnico da Associação Brasileira de Produtores de Grãos Não Geneticamente Modificados (Abrange), Ivan Paghi, a expectativa é de 30%. Os maiores consumidores destes produtos são União Européia e Japão. No mercado, a saca de soja livre é comercializada por cerca US$ 1 a US$ 1,5 a mais que a transgênica. No entanto, para atender a esse mercado exigente, é preciso rigor. Para os produtores que pretendem investir nessa opção, o Programa Soja Livre disponibiliza, gratuitamente, uma cartilha com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Paghi lembra que aqueles que há 5 anos, por exemplo, vem cultivando a soja transgênica, agora, com a área limpa, podem fazer a rotação, voltando a obter mais lucros com a produção de soja livre. Estima-se que a cada mil hectares plantados com essas variedades de semente, a renda adicional seja de até R$ 200 mil. No estado, a maior parte da produção de soja livre concentra-se na região de Campo Novo dos Parecis e Diamantino, onde são cultivados aproximadamente 50% dos grãos não-transgênicos. Criado em 2009, através de parceria entre Abrange, Embrapa e Aprosoja , o programa Soja Livre reforça uma história de mais de 35 anos de sucesso com a soja convencional no Brasil. Presente hoje em 11 estados, é patrocinado pela Caramuru, Amaggi, Imcopa, FMC, CTPA, Emater-GO, Fundação Meridional, Fundação Triângulo, Epamig, Fundação Cerrados e Fundação Bahia e conta com o apoio da Aprosmat, Fundação Rio Verde, Agrodinamica, Test agro, Dalcin Consultoria, Coodeagri, Famato e Senar.


fonte: Da Redação



anuncie anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Curtindo as belezas da cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra as amigas Marinalva Denipotte Manfrin e Fabíola Campos Lucas. Uma ótima estada no País vizinho. Votos de breve recuperação a amiga Suzy Kristina dos Santos, que sofreu uma torção no tornozelo e está de repouso impossibilitada de andar. Estamos na torcida pela seu reestabelecimento. Grande abraço. Nosso Destaque VIP para a competente equipe do Kaskata Flutuante que serve a melhor comida da cidade. Forte abraço a família Natal que está a frente de bem servir os cacerenses e visitantes. Pra hoje fica a dica de saborear aquele delicioso peixe a La Kaskata.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados