Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
As Metáforas Perfeitas
Data:09/05/2019 - Hora:06h46

Acredito na pasteurização do namoro e do prazer sexual transformado em produto de consumo, muito bem manipulado pelo marketing. Isso é sem dúvida um subproduto da revolução sexual dos anos 60. Ainda que ninguém mais leve a sério as ideias de Wilhelm Reich (ele acreditava, por exemplo, que a liberação sexual traria o socialismo), algo daquele discurso forjado na esteira do feminismo, da pílula anticoncepcional e na crença de que o homem é senhor do próprio destino permaneceu, apesar da Aids e de algumas ofensivas conservadoras. Ao mesmo tempo, vivemos a fase dos sexólogos respondendo perguntas dos telespectadores em transmissão pela televisão, em revistas e jornais. Em jogo a orientação sexual do jovem com o respaldo da ciência, assegurando o crédito dos programas e colunas. Revistas femininas e masculinas, tanto em formato papel ou em cdrom, tornaram-se verdadeiras enciclopédias do sexo, abordando da anatomia as parafilias (cada um de um grupo de distúrbios psicossexuais em que o indivíduo sente necessidade imediata, repetida e imperiosa de ter atividades sexuais, em que se incluem, por vezes, fantasias com objeto não humano, autossofrimento ou auto-humilhação, ou sofrimento ou humilhação, consentidos ou não, de parceiro. Deste grupo fazem parte o exibicionismo, o fetichismo, a frottage, a pedofilia, o masoquismo sexual, o sadismo sexual e o voyeurismo) que a maioria de nós desconhecia. Inexiste portal na Internet que não dedique gigabites ao assunto. O modelo site de comunidade e amizades, além dos programas de orientação sexual e namoro na TV, obviamente estão longe de propor a anulação dos tabus sexuais. O uso ritual da tecnologia serviria para desrecalcar a experiência da morte individual, pois “a internet seria um terreiro eletrônico”, diz Zé Celso Martinez. Todos são até bem-comportados demais para o meu gosto, o que o torna um pouco maçante e artificial. Mas eles  colocam-se como um jogo de “livres” escolhas que é a metáfora perfeita - a exemplo do cadastro de informações gerais sobre o usuário - de uma sexualidade alienante e alienada, que é mercadoria mas se pretende como intermediador ou praça virtual.***___Rubens Shirassu Júnior, escritor, pesquisador, jornalista e pedagogo em São Paulo. Autor, entre outros, de Religar às Origens (ensaios e artigos, 2010) e Sombras da Teia (contos, 2016).




fonte: Rubens Shirassu Júnior



anuncie aqui anuncie JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Destaque VIP ao grupo Amigos do Bem que estão sempre juntos em prol de ajudar os mais necessitados realizando na cidade vários eventos, entre eles o Bazar e o Desfile Fashion Luz. Pessoas como vocês fazem a diferença. Nossos aplausos e reconhecimento. Em tempo parabenizamos Josinete Miranda pela passagem de mais um natalício. Felicidades e muitos anos de vida é o que lhes desejamos. Celebrar a amizade faz bem pra alma e pro coração. Nosso click as amigas Fabíola Campos Lucas e Andressa Braga.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados