Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
TCE multa presidente da AMM por atrasar envio de balancetes
Data:07/05/2019 - Hora:22h41
TCE multa presidente da AMM  por atrasar envio de balancetes
Arquivo

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, foi multado pelo Tribunal de Contas do Estado  em 54,1 UPFs-MT, o que totaliza R$ 7,5 mil, por atraso no envio de documentos e informações obrigatórias à Corte de Contas. A determinação é da conselheira interina Jaqueline Jacobsen Marques, relatora de uma representação de natureza interna proposta pelo próprio TCE.

Consta na denúncia formulada pela Secretaria de Controle Externo (Seces) que a Associação Mato-grossense dos Municípios descumpriu o prazo de envio de 16 documentos de remessa obrigatória ao Tribunal de Contas. Desses, 11 não foram enviados e cinco foram encaminhados fora do prazo. Por causa dessas inconsistências, sugeriu a aplicação de multa de 280,9 UPFs-MT (R$ 39,3 mil). Neurilan Fraga foi citado, via edital publicado em 6 de agosto de 2018, a apresentar defesa, mas permaneceu inerte deixando passar o prazo por isso foi declarada sua revelia nos autos.

Somente após ser declarado revel é que ele apresentou defesa alegando o envio das informações por meio do  Sistema Aplic era terceirizado para uma empresa contratada. Argumentou que em junho de 2017 houve troca da contadora da Associação e com isso houve atraso no encerramento dos balancetes referentes aos meses de março, abril, maio e junho de 2017.

Observou que a nova contadora ao assumir a função e tomar conhecimento de algumas inconsistências, solicitou a reabertura do Sistema Aplic junto ao TCE, para que, após a realização das correções, a empresa responsável realizasse os envios mensais. O Ministério Público de Contas, em seu parecer, ressaltou que, segundo as regras trazidas pela Lei Orgânica do TCE, cabe ao gestor a responsabilidade pelo envio das informações obrigatórias ao Tribunal de Contas e de prestação de contas seja por meio eletrônico ou físico.

Ressaltou que ser fundamental para o exercício do controle externo pela equipe de auditoria do Tribunal que o não envio ou o envio intempestivo compromete e prejudica a análise da globalidade dos atos de gestão praticados pela entidade. Assim, a relatora acolheu o parecer do Ministério Público de contas e julgou parcialmente procedente a representação contra Neurilan Fraga pela irregularidade de natureza grave “em virtude de descumprimento do prazo de envio de documentos e informações obrigatórias ao TCE-MT”. “Informo que a multa deverá ser recolhida aos cofres do Fundo de Reaparelhamento e Modernização do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, no prazo de 60 dias, a contar da publicação da presente decisão”, observou a conselheira Jaqueline Jacobsen. O não pagamento da multa resultará na inclusão do nome do gestor no cadastro de inadimplentes do TCE.

 




fonte: Assessoria



anuncie aqui JBA anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
Destaque VIP ao grupo Amigos do Bem que estão sempre juntos em prol de ajudar os mais necessitados realizando na cidade vários eventos, entre eles o Bazar e o Desfile Fashion Luz. Pessoas como vocês fazem a diferença. Nossos aplausos e reconhecimento. Em tempo parabenizamos Josinete Miranda pela passagem de mais um natalício. Felicidades e muitos anos de vida é o que lhes desejamos. Celebrar a amizade faz bem pra alma e pro coração. Nosso click as amigas Fabíola Campos Lucas e Andressa Braga.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados