Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Dr. Leonardo diz que recusa grana para aprovar reforma
Data:30/04/2019 - Hora:08h49
Dr. Leonardo diz que recusa  grana para aprovar reforma
Arquivo

O deputado federal por Mato Grosso Leonardo Albuquerque (SD) afirmou que são fortes os comentários na Câmara Federal, de que lideranças do Governo Bolsonaro estariam oferecendo R$ 6 milhões em emendas extraordinárias aos novos deputados, que votarem pela Reforma da Previdência. Albuquerque também teria recebido a oferta.

O parlamentar não citou nomes, mas uma fonte do  confirmou que as propostas vieram das lideranças do PSL na Câmara. Conforme apurou a reportagem, elas estariam conversando um a um com os deputados com a oferta de emenda. A prioridade seria buscar quem está se posicionando a favor e em partes do projeto de Reforma da Previdência.

“Não dá para propor, olha: ‘nós vamos liberar R$ 6 milhões de emendas para os novos deputados, mas tem que votar a Previdência Social. Isso é o que? Não é propor a velha política? Eu não aceito”, criticou o parlamentar em entrevista nesta semana ao Programa Jornal da Capital, da Rádio Capital FM (101.9). “Se o presidente da República vier oferecer para os novos emendas, como forma de pressionar, aí é a mesma coisa”, insistiu.

As emendas extraordinárias seriam uma forma do Governo ‘agradar’ os novos deputados, que começaram a legislatura neste ano, e não possuem indicação de emendas, tendo em vista que a propositura precisa ser feita no ano anterior. Até mesmo a base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PSL), no Congresso Nacional, classificou como "indecorosa" e "criminosa" a suposta oferta de R$ 40 milhões em emendas parlamentares até 2022, para cada deputado que votar a favor da reforma da Previdência no plenário da Câmara.

Líderes de cinco partidos governistas confirmaram que o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni teria oferecido destinar um extra de R$ 40 milhões em emendas parlamentares até  2022, a cada deputado federal que votasse a favor da Reforma da Previdência no plenário da Câmara.

Denunciada pela imprensa, a reportagem sobre as ofertas, foi lida pelos deputados da oposição e gerou uma grande confusão  na Câmara, que envolveu ofensas e troca de empurrões no plenário da Casa, inclusive, tendo o vice-líder do Governo, o deputado José Medeiros, chamado um colega de parlamento de “vagabundo”  pelas as acusações, negando qualquer tipo de negociação de emendas  na Câmara em troca de votos pela reforma da Previdência.




fonte: Rádio Capital com Redação



AREEIRA anuncie anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
QI
High Society
Parabenizamos a aluna do  6º Ano do Colégio Salesiano Santa Maria, Yasmin Calone, que venceu a etapa municipal e estadual do Concurso Cartaz da Paz, promovido pelo Lions Club. Ela venceu com o cartaz que  expressou: Paz é algo importante para sermos humanos legítimos de respeito. Yasmim já está classificada para a etapa Nacional que acontece em Brasília e será a representante do Estado de Mato Grosso. Desejamos sucessos nessa nova etapa. Destaque VIP de hoje ao advogado Silvio Teles, que participou da cerimônia de abertura do 1º Simpósio Jurídico da FAPAN, encantando autoridades e acadêmicos com a  reflexão sobre o tema a Presunção de Inocência na véspera do julgamento (definitivo) do STF. Recebendo elogios em sua rede social pela brilhante performance e conhecimento. Nossos aplausos... Hoje você Denise Cristina Bodoni inicia uma nova jornada, e nesse momento de alegria por estar completando mais um ano de vida, nós desejamos toda a felicidade do mundo, que Deus lhe conceda muitos anos de vida. Parabéns e feliz aniversário!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados