Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
A covardia dos Irracionais
Data:30/04/2019 - Hora:08h40
A covardia dos Irracionais
Reprodução Web

Na semana passada uma imagem chocante viralizou na rede e felizmente este editor não foi testemunha da crueldade flagrante, de violência registrada, qual seja, a de uma moradora do Cohab Velha aqui em Cáceres,  que segundo a nota estaria incomodada com a presença de um gato nas proximidades de sua residência e resolvera se livrar do animal. O pobre, inocente e indefeso bichano  foi arrastado por cerca de 150 metros com uma corda amarrada ao pescoço,  só cessando a maldade, quando um cidadão consciente, que estava na esquina, repreendeu a sádica fulana, que felizmente, desamarrou o gatinho, abandonando-o ferido. Neste mundo nem dirianos cão, para não ofender os cachorros, mas de algumas pessoas desanaturadas, aleluia, existe uma maioria que respeita os animais ditos irracionais e aqui fica mais uma vez, loas aos integrantes da Associação de Ajuda aos Animais de Cáceres, que, alertados pelo vídeo nas mídias sociais, foram até o local e nas imediações encontraram o animal bastante debilitado e com ferimentos no pescoço, levando a vitima a uma clínica veterinária onde se encontra em tratamento. Anjos da Au-au-qui-Mia, cujas mentes e mãos transformam com atos cristãos bondade em ouro da vida, a turminha da associação sabe que não vai salvar o mundo, mas faz a sua parte,e, a gente a nossa, elogiando a quem de direito e rufando os irracionais bípedes que se dizem humanos. O pepino deu B.Ó, tá lá na Dona Justa do Cisc e a covarde que judiava do bichinho, enquadrada, infelizmente mesmo se condenada, pode se beneficiar de uma antiquada lei de 1998, a tal 9.605 que em seu Art. 32, disciplina in-verbis: “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa. § 1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos. § 2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.” Trocando em miúdos, uma transação penal com serviços a comunidade e C’est-Fini. Oxalá, esta obrigação fosse alimentar com ração especial animais de rua durante o tempo da transação, sob pena de revogação e cumprimento atras das grades.  A gente até fica aqui na torcida para que o B.Ó em fase de I.P seja processado e neste ínterim, a Câmara Federal  referende o PL, já aprovado no Senado, e seja sancionada a lei que eleva pena para crime de maus-tratos a animais para 1 a 4 anos de detenção, com ampliação da pena de multa. Claro, que pela novattio-legis, esta irracional não seria atingida, mas futuros algozes de animais. Aqui em Mato Grosso a lei nº 10.872 de 25 de abril/2019, fresquinha portanto, foi sancionada pelo governador Mauro Mendes, disciplina que os pet shops, clínicas e hospitais veterinários do estado, são obrigados a denunciar à Delegacia Especializada do Meio Ambiente (DEMA) casos de maus tratos de animais que chegam à unidade. A gente fica aqui na torcida da aplicação desta lei, e que se cuide aqueles covardes que agridem gatos, cães, aprisionam passarinhos, porque acima da lei, está Deus, cuja justiça nunca falha.




fonte: Da Redação



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Brinde ao casal Xonei e Selma Ourives pela passagem de mais um aniversário de casamento. Durante esses 20 anos de caminhada a dois muitos obstáculos foram vencidos, muitas alegrias e tristezas foram compartilhadas, mas em todos os momentos o amor foi o alicerce. Parabéns e que Deus abençoe sempre vocês!!! Abrilhantando nossa High Society a jurista Cibelia Maria Lente que recebeu homenagem pelo Jubilei de Prata da Faculdade de Direito da Unemat. Conhecedores que somos da sua dedicação e amor a profissão congratulamos desse reconhecimento. Com ligeiro atraso, mas em tempo de felicitar  o jornalista Luizmar Faquini, que ontem marcou mais um golaço no placar da vida e festejou a data envolto ao carinho dos colegas de trabalho na Rádio Difusora, dos familiares e rol de amigos. Hoje nós da família do Jornal Correio Cacerense dedicamos esse espaço a você, rogando ao Criador muitas bênçãos de saúde, paz e felicidades. Que essa data se repita por muitos anos. Grande abraço!!!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados