Diretora administrativa: Rosane Michels
Sábado, 24 de Agosto de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Saúde Pública na UTI
Data:06/04/2019 - Hora:09h37
Saúde Pública  na UTI
Reprodução Web

Pouco ou quase nada, os brasileiros sérios, trabalhadores, honestos e cumpridores de seus deveres, ou seja, a grande maioria, que detém a menor parcela de direitos, terá amanhã, domingo, para comemorar os 69 anos da criação oficial do Dia Mundial da Saúde, haja vista no país das desigualdades sociais, a truculenta minoria, lacaios do Leviatã, usurpar dos humildes, este requisito constitucional, essencial à vida digna cidadã. O Dia Mundial da Saúde foi criado pela Organização Mundial de Saúde em 1948, devido a preocupação de seus integrantes em manter o bom estado de saúde das pessoas em todo o mundo, e também alertar sobre os principais problemas que o descaso com este setor, podem atingir e afligir a população mundial. Oficialmente, a data é comemorado em 7 de abril desde 1950, comemorada, aspas e apenas, nas malversações públicas do setor, pelas OSS.s e OSCIP’s, oportunistas provedores de hospitais e Santas-Casas, mafiosos de próteses e órteses, manipuladores de placebos e afins. As favas, que a Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, defina no artigo XXV, ter todo ser humano, o direito a um padrão de vida capaz de assegurar-lhe e a sua família, saúde e bem-estar; E dizem os malditos podeoros: Que se dane, que esteja disposto como direito social no Título II (Dos Direitos e Garantias Fundamentais) e no Título VIII (Da Ordem social) da Carta Magna de 1988; Truco, que seja cláusula pétrea, codificada  no art. 6º do mencionado códex, estabelecido como direito social, anexo  à educação, à saúde, à alimentação, ao trabalho, à moradia, ao lazer, à segurança, à previdência social, à proteção à maternidade, à infância e à assistência aos desamparados. No papel sujo, nos discursos demagogos de politicos inescrupulosos, o direito à saúde, se diz, elevado à categoria dos direitos fundamentais, por estar interligado ao direito à vida e à existência digna, e uma garantia de todo o cidadão. No papel, amigos, porque na realidade do cotidiano, assim como  os demais direitos supra mencionados, a saúde pública há muito tem sido relegada a quinto plano no patropi e quem precisa dela, sabe muito bem que não estamos exagerando.  Cediço, que o direito humano à saúde não tem sentido sem um atendimento de boa qualidade, não sendo por acaso, que no Brasil, 153 mil mortes por ano sejam causadas pelo atendimento de má qualidade e 51 mil por falta de acesso a atendimento de saúde. O impacto de cuidados de má qualidade vai muito além da mortalidade, mas pode levar a sofrimento desnecessário, sintomas persistentes, perda de função e falta de confiança no sistema de saúde. Outros efeitos colaterais são recursos desperdiçados e gastos catastróficos com a saúde, desviados pelos vampiros engravatados de plantão e seus asseclas. Só prá finalizar, um parecer da  presidente da Comissão de Saúde da Universidade de Harvard, a medica Margaret E Kruk: “o cuidado de qualidade não deve ser um privilégio da elite ou uma aspiração para um futuro distante, e, sim, o DNA de todos os sistemas de saúde." Uma verdade sabida por todos, pelos 80% dos brasileiros que trabalham mais de 44 hopras/semana, ganhando uma merreca, pagando 35% de impostos ao governo e excluidos em seus direitos fundamentais, entre eles, a Saúde...É uma vergonha!




fonte: Da Redação



anuncie AREEIRA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Com a presença de autoridades e associados, a equipe do Sicredi Cáceres comemorou na manhã de ontem o Jubileu de Porcelana, que marca 20 anos de trabalho da Cooperativa na cidade. Na oportunidade a gerência ofereceu aos presentes um requintado café da manhã. Esta coluna deseja a toda a equipe muito mais sucessos, na máxima de  Destaque mais que especial ao Grupo Chalana que festejou 27 anos de existência, 27 anos cultivando amizades, transformando vidas, cultivando o amor pela cultura. A todos os Chalaneiros nosso reconhecimento e aplausos. Muito feliz em rever o amigo de longas datas,  Silvio Teles, Chefe de Gabinete da Câmara Municipal de Cáceres, que atende a todos com muita presteza e cordialidade, sem esquecer é claro da competência. Desejamos um excelente fim de semana e bom descanso.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados