Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FIPe
Assembleia criará fórum para debater taxação do agronegócio
Data:01/12/2018 - Hora:11h30
Assembleia criará fórum para  debater taxação do agronegócio
Alair Ribeiro

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, defendeu amplo diálogo sobre a possível taxação do agronegócio, assunto que deverá voltar à pauta no próximo ano. Para isso, garantiu a formação de um fórum de estudos para aprofundar os debates até a aprovação da melhor proposta para Mato Grosso. Segundo o presidente, é preciso solucionar o problema, mas sem afetar a produção pujante que impulsiona a economia estadual.

A defesa de Botelho foi feita durante a audiência pública, realizada na tarde de anteontem,  (29), no Plenário das Deliberações Deputado Renê Barbour, na ALMT, a pedido do deputado Wilson Santos, autor do requerimento do evento que reuniu diversas autoridades.

“É inevitável encontrar novas soluções para resolver problemas crônicos do nosso estado. Temos a obrigação de fazer um Mato Grosso para todos. Os setores produtivos contribuem, mas não é o suficiente, por isso é hora de quem tem mais contribuir mais, não de forma impositiva, mas de forma dialogada, negociada. E é em virtude disso que abrimos esta discussão, com responsabilidade, com seriedade e, sobretudo, com respeito ao setor. Vamos criar um fórum de discussão para aprofundar sobre o assunto com os representantes”, afirmou Botelho.

Em seu discurso, Botelho apresentou a pesquisa da Produção Agrícola Municipal de 2017, que mostra números positivos do agronegócio em Mato Grosso, estado responsável por 67,1% de toda a produção nacional de algodão. Ano que também produziu mais de 30 milhões de toneladas de soja, o que representa 26,59% da produção nacional, somados a 29,9 milhões de toneladas de milho. Dessa forma, Mato Grosso representou 30,64% de toda a quantidade produzida no Brasil.

Contudo, o estado, segundo Botelho, precisa se reorganizar para enfrentar e banir as desigualdades regionais, que refletem em carência de serviços essenciais à população, que é carente de saúde, de educação, de estradas, de pontes, de transporte. “A arrecadação do estado cresce todo ano e mesmo assim não consegue atender as demandas. Os problemas e as necessidades crescem muito mais e são maiores que a arrecadação atual”, concluiu.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), que representa o setor, Normando Corral, disse que o segmento está aberto ao diálogo. “É uma oportunidade que nos será dada para mostrar o quanto arrecadamos, o que representa o agro, o que pagamos, quais nossas necessidades e as dificuldades”.

O senador eleito Jayme Campos criticou a forma de incentivos destinada ao setor e destacou que há grande diferença entre a arrecadação de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, fato que, segundo ele, sinaliza que algo está errado e que alguns produtores estão pagando menos do que deveriam.




fonte: Assessoria com Redação



anuncie AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
A bela Aline Fontes, futura advogada e modelo agora alça novos voos, estreando no teatro da Light Rio  com a peça As Bruxas de Salém. Talento sabemos que tem, só nos resta desejar muito sucessos. Brindando data nova hoje o advogado Luis Mário Castrillon Mendes Araújo a quem enviamos votos de felicidades e muita saúde nesse novo ciclo de vida. Feliz Niver!!! Neuza, Eni e Ingrid Zattar, presença marcante na festança junina do Arraia da Riachuelo no click do amigo Wilson Kishi. Fica nosso registro.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados