Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Afastando a paganização da vida
Data:01/12/2018 - Hora:11h26
Afastando a paganização da vida
Divulgação

O fim do mundo e o fim de cada um de nós: este foi o tema que a liturgia da semana propõe e foi o tema também da homilia do Papa ao celebrar a missa na manhã da última quinta feira, 29/11 na capela da Casa Santa Marta. A primeira leitura, extraída do livro do Apocalipse de São João, descreve a destruição de Babilônia, a cidade símbolo da mundanidade, “do luxo, da autossuficiência, do poder deste mundo”, disse Francisco. A segunda leitura, do Evangelho de Lucas, narra a devastação de Jerusalém, a cidade santa. No dia do juízo, Babilônia será destruída com um grito de vitória. A grande prostituta cairá condenada pelo Senhor e mostrará a sua verdade: “morada de demônios, abrigo de todos os espíritos maus”. Sob a sua magnificência, mostrará a corrupção, as suas festas parecerão de falsa felicidade. Sua destruição será violentada e ninguém mais a encontrará”:

O som dos músicos, dos tocadores de harpa, de flauta e de trombeta, não se ouvirá mais de ti; - não haverá belas festas, não… - nenhum artista de arte alguma se encontrará mais em ti; – porque não és uma cidade de trabalho, mas de corrupção – o canto do moinho não se ouvirá mais em ti; a luz da lâmpada não brilhará mais em ti; - será talvez uma cidade iluminada, mas sem luz, não luminosa; esta é a civilização corrompida – a voz do esposo e da esposa não se ouvirá mais em ti. Chegará um dia, disse o Papa, em que o Senhor dirá: chega. “Esta é a crise de uma civilização que se julga orgulhosa, suficiente, ditatorial e acaba assim”.

Jerusalém, prosseguiu o Papa, verá a sua ruína devido a outro tipo de corrupção, “a corrupção da infidelidade ao amor; não foi capaz de reconhecer o amor de Deus no seu Filho”. A cidade santa “será espezinhada pelos pagãos”, punida pelo Senhor, porque abriu as portas do seu coração ao pagãos. Há a paganização da vida, no nosso caso, cristã. Vivemos como cristãos? Parece que sim. Mas na verdade, a nossa vida é pagã quando acontecem essas coisas, quando entra nesta sedução de Babilônia, e Jerusalém vive como Babilônia. Quer-se fazer uma síntese que não se pode fazer. E ambas serão condenadas. Você é cristão? Você é cristã? Viva como cristão. Não se pode misturar a água com o óleo. Sempre diferente. O fim de uma civilização contraditória em si mesma que diz ser cristã e vive como pagã. Retomando a narração das duas leituras, o Papa afirma que depois da condenação das duas cidades, se ouvirá a voz do Senhor; depois da destruição, haverá a salvação. “E o anjo disse: ‘Felizes são os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro!’. A grande festa, a verdadeira festa!” Por fim, Francisco convida a pensar nas babilônias do nosso tempo, nos inúmeros impérios poderosos, por exemplo do século passado, que ruíram. “E este será o fim também das grandes cidades de hoje – afirmou – e assim acabará a nossa vida se continuarmos a levá-la neste caminho de paganização”. O Papa concluiu dizendo que permanecerão somente aqueles que depositam sua esperança no Senhor. Portanto: “Abramos o coração com esperança e nos afastemos da paganização da vida”.

 



fonte: Radio Vaticano



anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
vende
Vende-se
High Society
Grande abraço a aniversariante do dia Karla Cristina, que festeja primavera e recebe o carinho mais que especial da família, clientes e amigos. Karlinha todo sucesso do mundo acompanhado de muita saúde e felicidades é o que desejamos a você pela mulher, mãe e profissional que é. Feliz Aniversário!!! Pura felicidade assim se resume o casal Antônio e Bianca aguardando ansiosos a chegada da primogênita Maria Antônia. No fim de semana o casal recebeu amigos e familiares para o tradicional  Chá de Bebê que foi preparado com muito amor. Felicidades e que Maria Antônia chegue com muita saúde. Parabenizamos hoje Maria Amélia Braga pela passagem de mais um natalício. Que a data se repita por muitos anos com saúde e realizações são os nossos votos.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados