Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Mato Grosso deverá ficar sem 132 médicos cubanos
Data:23/11/2018 - Hora:09h44
Mato Grosso deverá ficar  sem 132 médicos cubanos
Congresso em Foco

Dos 258 profissionais que atuam em Mato Grosso pelo programa Mais Médicos, criado há cinco anos pelo governo federal, 132 são cubanos e devem deixar o país após Cuba desistir de fazer parte do programa, ao alegar ameaças feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro aos estrangeiros. O número de cubanos representa mais de 50% do total de médicos do programa no estado.

A coordenadora de Atenção Primária da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Regina Paula de Oliveira Amorim Costa, a decisão anunciada pelo governo de Cuba é grave para Mato Grosso e no Diário Oficial da União da terça-feira (20) saiu o edital com 132 vagas para o programa Mais Médicos em Mato Grosso, 3 dos quais, para atender em Cáceres.

"A saída desses profissionais é algo realmente grave para o estado, pois cerca de 1/3 da cobertura da atenção primária é feita pelos médicos do programa e com a saída deles teria diminuição rápida da atenção primária, que é a porta do SUS. É um grande problema para a saúde pública do estado e do país todo", declarou.

Atualmente, segundo a coordenadora, os médicos do programa atendem em 102 municípios mato-grossenses e, destes, 55 têm médicos cubanos. Com mais de 100 municípios beneficiados, Mato Grosso corresponde a quase 10% do total de municípios brasileiros atendidos pelo programa. Ao todo, são 1.100 municípios atendidos pelo programa.

Entre outros benefícios do programa Mais Médicos, Regina Amorim cita o avanço no atendimento aos indígenas. Os médicos cubanos atendem a população indígena em cinco Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). São 35 profissionais distribuídos nas unidades de saúde dos DSEIs do Araguaia (5); de Cuiabá (11); Kayapó (4); Xavante (9) e Xingu (6).

Em agosto, ainda em campanha, Bolsonaro declarou que ele "expulsaria" os médicos cubanos do Brasil com base no exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A promessa também estava em seu plano de governo. No comunicado emitido anteontem, 21,, o governo cubano disse que o Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e que comunicou à diretora da Organização Pan-Americana de Saúde [Opas] e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam a iniciativa.




fonte: G-1/MT com Redação



JBA anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
A bela Aline Fontes, futura advogada e modelo agora alça novos voos, estreando no teatro da Light Rio  com a peça As Bruxas de Salém. Talento sabemos que tem, só nos resta desejar muito sucessos. Brindando data nova hoje o advogado Luis Mário Castrillon Mendes Araújo a quem enviamos votos de felicidades e muita saúde nesse novo ciclo de vida. Feliz Niver!!! Neuza, Eni e Ingrid Zattar, presença marcante na festança junina do Arraia da Riachuelo no click do amigo Wilson Kishi. Fica nosso registro.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados