Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 25 de Março de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Camaleões Golpistas
Data:14/11/2018 - Hora:06h07
Camaleões Golpistas
Reprodução Web

Dizem que cabeça vazia é oficina do capeta e preso tem 24 horas por dia, pra pensar só em merda, em especializar sua índole criminosa em detrimento de outrem, provando que mais de 50% dos presidiários, são irrecuperáveis, que nos escusem os defensores dos direitos humanos, esta é uma realidade incontestável, apesar dos programas de reinserção social. Os mestres do crime, tais piolhos de cadeia que chefiam os raios das penitenciárias, se encarregam de aliciar os recém chegados neófitos, no fundamental ensino médio da criminologia, em pouco tempo, tornando-os experts em aplicar golpes. Como não existe opção, ou vai pro seguro ou vira bandido mesmo, a maioria entra no grupo dos futuros soldados do crime organizado, uma vez nas ruas, já que primários, são bafejados pelas brechas das leis. Mas o crime organizado não vive apenas dos dízimos dos aliciados fora-muralhas, alguns promovidos ao matar um bota (policial) e sim, dos golpes intra-muralhas, manjados, mas que ainda fazem vitimas, e rende boa grana aos bandidos. Na semana passada, a policia prendeu Marcos Simão Pacífico, paranaense de Quedas do Iguaçu e depois de divulgar a noticia, a editoria de policia do Correio Cacerense esmiuçou a pregressa do serial killer, acusado de 23 homicídios. Em Almeirim, oeste do Pará, seguimos sua pista em 2013 através do delegado Arthur Braga que prendera o perigoso marginal naquele ano durante a Operação Camaleão do Pantanal. Além de ladrão e homicida, Marcos se especializara em aplicar golpes, mesmo recolhido no presídio de Mata Grande, em Rondonópolis, desde 2007, assessorado pela companheira, Elissandra Lopes de Melo, moradora em Mato Grosso. O meliante se passava por juiz de direito, algumas vezes, promotor de justiça, fazia reservas em hotéis, pedia créditos em celulares e num lance, chegou a faturar R$ 4.950 em dinheiro da Prefeitura de Pato Branco, no Paraná. Com certeza ele ganhou a liberdade e andou pelai aplicando seus golpes, roubando e matando, pois voltou a ser preso na semana passada contrabandeando agrotóxicos. Marcos Simão Pacífico é apenas mais um dos inúmeros golpistas intra-muralhas, aplicando via celular os mais diversos golpes contra incautos no dia a dia. Lembram do golpe do hospital? Geralmente no horário bancário para que as vítimas possam ter acesso a grandes quantias de dinheiro e não é tão difícil desmascará-los, basta marcar para entregar o dinheiro para os procedimentos, direto ao diretor do hospital; e o do sequestro de um parente? Ao atender o telefone, o correto é não dizer nome do parente e chamá-lo por um apelido inexistente, tipo, Juca, que confirmado do outro lado da linha, comprova-se o sequestro fake. E o tal golpe do falso prêmio? O bandido liga parabenizando que a vitima ganhou digamos, R$ 100 mil mas precisa depositar 10% para despesas de liberação do premio. Simples, é só concordar e pedir para descontar no geral e depositar o restante, a linha vai cair na hora. Viram como é simples chutar a bunda dos bandidos golpistas? Basta ficar atento a detalhes, como depósitos em sua conta, sem compensação, é golpe do envelope vazio, carimbe isso e dispensa o vagabundo, que não estaria vitimando inocentes, houvesse bloqueio de telefone nos presídios.




fonte: Da Redação



AREEIRA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
No rol dos aniversariantes hoje o médico Rodrigo Perez, que comemora a data envolto ao carinho da família e amigos. Que seu coração esteja sempre em festa, porque você é um ser de luz e especial para muitos. Parabéns que possa ter muitos anos de vida, saúde e prosperidades. Em tempo parabenizamos Ana Maria da Silveira Lima pela passagem de seu natalício. Que a vida continue sorrindo e presenteando você com as melhores graças, com muito amor, amizade e felicidades mil. De volta a city o jornalista e músico Daniel Alves de Macedo, que após longos dia em São Paulo retornou a Princesinha. Seja bem vindo!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados