Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
FIPe
Empreiteira denuncia calote do Estado por dívida na ZPE
Data:08/11/2018 - Hora:10h48
Empreiteira denuncia calote  do Estado por dívida na ZPE
Arquivo

A Primus Incorporação e Construção Ltda. interpôs uma representação de natureza externa no Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, denunciando que o Governo do Estado não vem respeitando a ordem cronológica de pagamentos por serviços prestados ao Poder Executivo. A organização é responsável pela construção da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Cáceres. O projeto existe desde os anos 1990 e, de lá para cá, nenhum governador conseguiu tira-lo do papel.

Em determinação publicada na terça-feira (6), o TCE-MT reconheceu que o objetivo da organização é, na verdade, receber os pagamentos pelo Poder Executivo que estão em atraso. A decisão revela que deveria extinguir o processo sem a sua resolução uma vez que a empresa não atende “interesses privados”.

“Desse modo, se trata de matéria fora da esfera de competência deste Tribunal, pois configura interesse privado, restando ausente o requisito do artigo 219, II do RITCE-MT. Quanto à quebra da ordem cronológica de pagamento, a Equipe Técnica informou que a Representante não trouxe nenhum indício ou prova dessa irregularidade, apenas relatou sobre seus próprios créditos, que são controvertidos e cuja controvérsia não cabe aqui dirimir”, diz trecho da decisão.

Em maio deste ano a Primus Incorporação e Construção suspendeu as obras na ZPE de Cáceres reclamando de uma dívida de R$ 1.148.125,12. Ao todo, a organização deveria receber R$ 16 milhões pelo projeto. O valor refere-se às medições de outubro de 2017 a maio de 2018.

A ZPE de Cáceres, é aguardada há quase três décadas e deveria ser feita por meio de uma cooperação entre a Secid e a Sedec. Instalada em posição estratégica em Mato Grosso, que facilita a logística pela via fluvial, ligando o Estado a outros centros produtores e exportadores, a ZPE tem como principal objetivo promover o desenvolvimento econômico com a criação de empregos, atração de investimentos e aumento da competitividade das exportações.

A escolha de Cáceres para a construção da zona aduaneira deve-se à sua localização estratégica, que possibilita o transporte dos produtos via Oceano Pacífico, localizado a 1.700 km de distância do município. As ZPE’s são distritos industriais que possibilitam a comercialização de mercadorias com isenção fiscal.

A obra foi projetada numa área total de 239,68 hectares, dividida em cinco módulos, com espaço para abrigar até 230 indústrias e a escolha de Cáceres para a construção da zona aduaneira deve-se à sua localização estratégica, que possibilita o transporte dos produtos via Oceano Pacífico, localizado a 1.700 km de distância do município.




fonte: Assessoria com Redação



JBA anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
A bela Aline Fontes, futura advogada e modelo agora alça novos voos, estreando no teatro da Light Rio  com a peça As Bruxas de Salém. Talento sabemos que tem, só nos resta desejar muito sucessos. Brindando data nova hoje o advogado Luis Mário Castrillon Mendes Araújo a quem enviamos votos de felicidades e muita saúde nesse novo ciclo de vida. Feliz Niver!!! Neuza, Eni e Ingrid Zattar, presença marcante na festança junina do Arraia da Riachuelo no click do amigo Wilson Kishi. Fica nosso registro.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados