Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
O Finados do Dia a Dia
Data:03/11/2018 - Hora:09h07
O Finados do Dia a Dia
Reprodução Web

Alô amigos, vivos ou trabalhando, já dizia Paiva Neto que muito mais falecido é aquele que passa indiferente ao sofrimento alheio, não estende auxílio à criança desamparada, ao ancião com frio, não mata a fome do faminto, nem instrui ou educa o povo, mantendo-o na ignorância completa. Realmente, para os maledetos políticos, é bem cômodo manipular mortos vivos, para sugar-lhes o suor e sangue, mantê-los escravos e subservientes aos seus caprichos. Vampiros de terno e gravata que para chegar ao ápice do poder usam o nome de Deus em vão, assassinos encabidados em ministérios que matam trabalhadores, donas de casa, jovens crianças e idosos nas ferragens de um carro capotado num asfalto de quinta categoria, superfaturado com o dinheiro do povo.  Que matam crianças em filas do SUS, relegadas ao abandono de socorros médicos, embolsando milhões de verbas federais, (via imposto do povão) que seriam para estruturas da saúde pública. Que gastam os tubos com carrões de luxo até os modernos gabinetes, (semana de 3 dias de trabalho) enquanto o povo semi-escravo caminha a pé até o batente, (quando tem emprego ou serviço) em jornadas de mais de 50 horas semanais por um misero salário mínimo de R$ 31,80 por dia. O dia de finados para estes vivos mortos no dia a dia pelos políticos, são 365 dias do ano, muitos se tornando vivos mortos, pelo caos estabelecido no atual programa de segurança, ainda que de forma meio oculta, como eugenia, ou seja, um plano de limpeza social ou extermínio das classes pobres e periféricas. Os governos, quando se corrompem, automaticamente se colocam dentro desse plano maléfico. A falta de investimentos devido à subtração de verbas ocasionados pelos desvios interrompe a chegada dos recursos básicos para levar saneamento, saúde e educação. No finados do dia a dia dos vivos mortos pelos tanatólogos do poder a gente está diante de uma grande catástrofe social.mortes e mais mortes são noticiadas sem nenhum sentimento de perda, meras estatísticas e números a serem divulgados nas redes. O que é mais assustador ainda é que os números de ontem já ficam velhos diante dos assustadores números de hoje e tudo isso tem um padrasto maldito atrás de um gabinete, o corrupto, que sem o menor pudor vai na mídia e vomita flores venenosas nos túmulos da anestesiada plebe masoquista. Muitos dos discursos deste Dia de Finados, digitados por letrados bem pagos em seus jargões e pronunciados por gestores do Leviatã, soarão como dissimulado respeito aos mortos, mas nas entrelinhas do pentagrama, ouça-se o som grave das trombetas do Armageddon. Aquela falácia oficial, codificada de que a vida é um direito garantido por lei, que o direito à vida é o mais importante e mais discutido dentre todos os direitos abarcados pelo Código Civil Brasileiro e pela Constituição Federal, é revogado a cada minuto; com a morte de um brasileiro por uma bala perdida, uma verba da saúde (SUS) desviada, um asfalto casca de ovo que mata em acidentes, pela fome de crianças nas favelas,  enquanto os poderosos vertendo falsa moralidade, se refestelam com nosso dinheiro nos palácios. Toca o barco, que é dia de muito vivo morto visitar seus mortos no São João Batista e demais necrópoles.




fonte: Da Redação



anuncie AREEIRA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
canopus
High Society
No rol dos aniversariantes a querida amiga e leitora de longas datas Cida Fátima de Castro que celebra o dia ao lado da família, dos amigos e colaborados da Floricultura Joia Viva. Que Deus lhe conceda um ano pleno de alegrias, conquistas e principalmente saúde. Felicidades sempre!!! Aplausos ao elenco da peça teatral Paixão de Cristo encenada em Cáceres. Quem foi pode conferir o alto nível dos artistas que deram um espetáculo a parte,  emocionando a grande plateia. A perfeita sincronia da sonorização com o cenário e atos foi coisa de cinema. A todos,  nosso reconhecimento e nossos parabéns. Para muitas pessoas, Páscoa  são ovos de chocolate e de tantas outras guloseimas comercializadas nesta época. Mas a Páscoa é muito mais que isso, é libertação, é doação, é a vitória da vida.  E a melhor maneira de comemorar esta época é fazendo o bem para o próximo. E foi com esse espírito que as crianças do  RotaKids, do Rotary Club de Cáceres, realizaram  uma manhã especial para  50 crianças carentes. É claro que não faltaram os chocolates e as brincadeiras, mas junto com estes costumes foi semeada no coração dos pequenos uma mensagem de amor, de respeito e de boas condutas com esse gesto de solidariedade e amor ao próximo. Hoje nosso Destaque Especial é endereçado a vocês...
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados