Diretora administrativa: Rosane Michels
Sábado, 15 de Dezembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Aftosa versus Sarampo
Data:31/08/2018 - Hora:09h18
Aftosa versus Sarampo

Na semana passada a gente deu um pulo no Ambulatório da Criança em Cáceres, para registrar a demanda e atendimentos da saúde local nas vacinações anti-pólio e sarampo, após o dia D, que não foi aquele decisivo como esperavam os coordenadores e parceiros, como os voluntários do Rotary Club. Assim como nos postos, funcionários a postos, posto que a imunização se faz necessária como forma de prevenção, a abstenção dos pais e ou responsáveis pelas crianças, continua desafiando as metas propostas. Veja o leitor que neste aspecto, Mato Grosso está entre os três estados com os menores índices de imunização contra a poliomielite e o sarampo, conforme dados do Ministério da Saúde, que apontou na 1ª semana da campanha, 2,24% do público alvo para poliomielite e 2,22% para o sarampo, de crianças vacinadas de uma meta de 202 mil crianças a serem imunizadas. Sem agouro, os mesmos dados apontam dois casos de sarampo em Guarantã do Norte e que desde 1999 não eram registrados casos da doença em Mato Grosso. Com certeza nenhuma sanção acontecerá com os omissos na prevenção destes e de outros pacientes a mercê de moléstias facilmente evitadas com vacinas, não se podendo dizer o mesmo dos rebanhos bovinos do pantanal e demais plagas. Veja o amigo, que quando se trata de vacum, o trem pega prá valer e a vacinação anti-aftosa é uma exigência anual do INDEA, em duas etapas aqui no pantanal, obrigatória ao pecuarista mediante inventário de todo o rebanho que deve ser entregue, junto com a nota fiscal de compra das vacinas. Caso não faça a declaração da vacinação do rebanho em data prevista e inadiável, a ficha sanitária da propriedade fica bloqueada, o que faz com que o pecuarista fique proibido de movimentar os animais. Mesmo tendo vacinado o rebanho, se perder o prazo de comunicação, ele tem, como sanção, a ficha sanitária suspensa por 30 dias e, se a vacinação não foi feita, o dono da propriedade é multado em 1 UPF para cada animal não vacinado e tem 72 horas para realizar a vacinação com a presença de um técnico do INDEA. A conclusão que a gente tem é que para os governantes, um boi é muito mais importante que uma pessoa, um ser humano, retroagindo ao antigo Egito, onde o touro Ápis em Heliópolis e Hermópolis era venerado no seu santuário. Difícil acreditar que estamos na segunda década do século XXI e neste admirável mundo novo de Zé Ramalho, contradito pelo musico jornalista do Correio Cacerense Lorde Dannyelvis em seu Abominável Mundo Novo (ver youtube) o povo marcado , ê, ê, ô, ô, não é um povo feliz, embora pense ser, iludido pelos algozes políticos, que preferem este povo inferior aos bois. Só pra finalizar, já que nenhum ministro ou político se preocupa com as abstenções vacinais e as conseqüências disso, a gente sugere, que o governo deveria vincular o pagamento de benefícios sociais, bolsa família, previdência, etc,  à apresentação da carteira de vacinação atualizada. Seria uma forma de punição aos omissos, não é assim que acontece com os pecuaristas que deixam de vacinar sua boiada? Não é por acaso, que desde 1.996 não se registra um caso de febre aftosa no Brasil e ainda existem casos registrados de sarampo, em 2018. Se a gente conseguiu derrotar a poliomielite, (nenhum caso registrado desde 1.990) com um pouco de rigor, acabamos também com o Morbillivirus, causador do sarampo. Fica aqui a nossa sugestão, pela vinculação da carteirinha de vacinação aos benefícios sociais, quiçá, assim, consigamos também erradicar o sarampo, Bom Dia!




fonte: Da Redação



AREEIRA JBA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Para quem gosta de objetos de decoração e utilidades, daqueles do dia a dia, até os mais requintados, agora conta com a Casa Marquesa, especializada em presentes para as mais variadas ocasiões. A empresária Beatriz Tavares investiu num espaço requintado e aconchegante para oferecer o que tem de melhor, com  muito bom gosto. Vale conferir. Sucessos Bia. Cáceres agradece Felicitamos neste dia a linda morena Bárbara Victória Filiagi Assunção que celebra mais uma primavera e recebe o carinho especial das irmãs Kássia e Raquel, do pai do coração Gaúcho e rol de amigos. Sucessos, saúde, amor e alegrias nesse novo ano é o que a família do JCC deseja. Feliz Niver!!! Brindamos hoje mais um aniversário da finess Lucia Oliveira. Que Deus em sua infinita bondade lhe presenteie com um ano pleno de realizações e felicidades.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados