Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Uma tarde no Circo
Data:14/08/2018 - Hora:07h43

Sábado de sol, aquela preguiça de deixar jacaré morrendo de inveja deitado nas areias da praia do Daveron, a onça turista debaixo de uma árvore sesteando pra sessão de fotos domingo pela manhã no cais da Barão, (fosse nos tempos da nona, uma rede e uma jarra de groselha trincando) a gente na praça Barão gelando a goela com água de coco enquanto esperava a hora da matiné do Cine Palácio, O Homem Elefante, bilheteria nacional com Anthony Hopkins e Anne Bancroft. Falar em elefante, eu me lembro de circo, e como era bacana passar uma tarde encarapitada como cabrito numa arquibancada de um deles, comendo pipoca e dando aquelas gostosas gargalhadas com as cambalhotas dos palhaços no picadeiro. Eu tinha 13 anos, usava fitas e laços nos aloirados cabelos, tênis hi-top combinando com a calça de para quedas feita de nylon ripstop, era uma pré-adolescente que curtia a vida com as amigas, no embalo de Woman, de Lenon, sucesso de seu álbum Double Fantasy. Pena que em dezembro daquele 1980, o beatle viria a ser assassinado, na entrada de sua casa no Edifício Dakota. Eu e a patotinha sentimos paca e nestas reminiscências, misturei o raciocínio, pois estava lembrando daquela tarde de sábado de 1980 lá na praça Barão, enquanto esperava a hora de ver o Homem Elefante no Cine Palácio, pronto, voltei a fita. Filme bom, mas melhor mesmo era o circo que vez por outra aparecia na cidade, aquela Kombi toda pintada, colorida, com enorme alto-falante anunciando o espetáculo: sessão das moças; globo da morte; trapezistas argentinos, que a gente sabia, eram mestiços da Bolívia; palhaços engraçados; engolidor de espadas; mágicos, etc. e tal. A gente ficava até meio zarolha pra tentar descobrir os truques do mágico, a platéia parava durante o vôo dos ginastas no trapézio e como já disse, ria prá mais de metro com a bagunça dos palhaços. Ah, como era gostosa a tarde no circo. Os mais velhos comentavam a política, no Bar do Jucão; a criançada jogando bafo com as figurinhas compradas na banca do Nagib e na segunda feira, além da escola, as aulas de datilografia com Dona Filomena. Além, claro, de lavar louças e ajudar a mãe nos demais afazeres domésticos. Estudar, divertir, passear, ir a missa, cinema, brincar de namoricos as escondidas da mãe, claro, sonhar,...sonhar... e viajar no onírico mundo da fantasia, vontade de ser adulta, desejos que se contrapõem hoje, com as saudades daquele tempinho que embalou a minha, a sua, é, a nossa pré-adolescencia e nele, os olvidos das tardes no circo. Sabia que a gente sonhava em ser trapezista só prá ficar perto daquele malabarista de maiô branco com galões dourados e fala castelhana? Juro que ainda vou curtir uma tarde de arquibancada de circo, o primeiro que chegar em Cáceres, mesmo porque sonhar é viver e eu adoro viver sonhando que tenho uma cara pintada de azul e um nariz comprido, igual uma palhacinha de ribalta, mas não pense que sou maluca, é só sonho, viu? ***___Rosane Michelis – jornalista, pesquisadora, bacharel em geografia e pós em turismo.   




fonte: Rosane Michelis



AREEIRA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
vende
Vende-se
High Society
Um click especial ao príncipe  Miguel que veio ao mundo para aumentar a felicidade da mamãe Cinthia Moreira Assunção, que está curtindo cada segundo a presença do seu pequeno.  Que Papai do céu derrame muitas bênçãos  de saúde sobre sua vida. Seja bem vindo Miguel! Fazer aniversário é celebrar a vida. E quem amanheceu festejando mais um ano foi o amigo Moisés Bandeira a quem enviamos votos de paz, saúde e prosperidades. Que Deus te conceda uma vida repleta de vitórias e conquistas. Parabéns!!! Uma excelente sexta-feira a Ronilma da Cunha Martins que com seriedade realiza um ótimo trabalho o setor de Regulação da saúde do município. Que Deus continue abençoando você pela atenção e carinho que dispensa com as pessoas que precisam de atendimento.  Sucessos a toda equipe!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados