Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Saúde: Direito de Poucos
Data:04/08/2018 - Hora:08h20
Saúde: Direito de Poucos
Reprodução Web

Nunca é demais repetir aquele contraditório da novela da vida real: claquet 1- personagens, Seu Zé, trabalhador assalariado, Dona Maria, do lar e faz umas faxinas pra ajudar no vencimento merreca, que garante a sobrevivência do casal e filhos. Claquet 2 – Servidores públicos do Posto de Saúde se virando nos 30 pra cuidar de centenas de doentes durante o dia; agendar consultas, só pra daqui seis meses e rezar pra não morrer antes; um único medico, ganhando mísero salário, pra atender levas de pacientes; farmácia faltando remédios, só tem dipirona e quando no muito, alguns similares placebos, que abreviam a morte dos coitados, lucro pro governo, quando o despachado pro além é aposentado, expirando junto o dito beneficio do INSS; claquet 3 – O político, (legislativo) deputado, senador ou governador e presidente, (o prefeito quase nunca entra na roda) esposa, filhos, amante e os cambaus, teve aquela dorzinha de cabeça (que não é de consciência, pois isso eles não têm), precisa de cuidados médicos, mobilizam-se os melhores médicos, ambulatórios, hospitais, tudo bancado pelos impostos do Seu Zé e da Dona Maria, dos barnabés do postinho, afinal, o doentinho é autoridade, vôte! Só pra ilustrar, ano passado, a Câmara Federal investiu R$ 17 milhões e 900 mil mensais em planos de saúde para deputados, ex-deputados e familiares, além de servidores ativos, inativos e dependentes de ambos. Pela ordem, diz um dos folgados: dessa continha, 54,13% vêm de um fundo de reserva e o leitor sabe bem de onde vem o tal fundo de reserva, claro, do bolso do trabalhador, para o saco sem fundo, com ou sem reserva, daqueles poderosos, que mesmo com o milionário plano de saúde, sequer precisam usá-lo. Caaaalma, que a gente explica: além do benefício, os folgados empregados do povo, têm a seu dispor o Departamento Médico da Câmara, o tal Demed, que atende deputados federais, funcionários efetivos e comissionados, aposentados e dependentes, óxentes! Localizado no Anexo III, o Demed é um verdadeiro hospital, onde é possível realizar consultas e fazer exames de diferentes especialidades, bem como receber atendimento de emergência. E tem mais, acreditem ou não, o deputado federal graças a uma lei criada por ele e pares da trupe, tem direito ao ressarcimento integral de todas as despesas hospitalares relativas a internação em qualquer hospital do país, caso não seja possível atendimento no serviço médico da Câmara. É uma vergonha, amigos, depois de tanto esculachos, cambalachos e patifarias que envolvem a politicalha tupiniquim, nem deveria existir o tal Dia Nacional da Saúde, celebrado anualmente neste 5 de agosto. Com certeza, o imortal medico sanitarista Oswaldo Cruz, importante personagem que na história do patropi combateu e erradicou epidemias de peste, febre amarela e varíola no começo do século XX, deve se mover no tumulo no dia 5 de agosto e lamentar não ter extirpado também o vírus da política brasileira. Se algum político ou puxa saco deles não gostou do papo, é só ficar na fila de um posto de saúde pra marcar consulta; com certeza, a fila da funerária anda mais rápida. Pode fechar a cortina, The End, Bom Dia!




fonte: Da Redação



AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Flores multicoloridas a aniversariante do dia Ryvia Sodré que festeja a data ao lado do maridão Erze, filho Juninho, familiares e amigos. Que sua vida seja plena de alegrias, saúde e muitas prosperidades são os nossos sinceros votos. Destaque VIP ao querido José Ricardo Menacho que com sua voz maravilhosa abrilhantou o evento de inauguração do Natal Luz, cantando My way acompanhado pela Banda Sinfônica da Universidade do Estado de Mato Grosso. Um show de alto nível que merece nossos aplausos. Votos de felicidades ao mais novo casal Anderson Silva e Kamila Ladeia Segatto. Que essa união perdure para sempre e que o amor e o respeito sejam uma constante na vida a dois.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados