Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Café da Manhã
Data:13/07/2018 - Hora:08h44

Olha o Wellington!

O juiz da 8ª Vara da Seção Judiciária de Mato Grosso, Raphael Casella de Almeida Carvalho, condenou o senador Wellington Fagundes por improbidade administrativa e determinou o pagamento de R$ 101 mil. A sentença atendeu ação proposta pelo Ministério Público Federal que acusou o parlamentar de promoção pessoal ao ter o seu nome associado a ações no município de Rondonópolis realizadas com recursos federais. Wellington Fagundes é pré-candidato ao Governo de Mato Grosso nas eleições de 2018 e, como não teve os direitos políticos cassados, ainda poderá fazer parte da disputa.

Zebra na Cabeça

Atenção quem anda fazendo uma fezinha no JB famoso Jogo do Bicho, arte do Barão de Drummond, que a policia e a justiça estigmatizaram na caçada aos bandidos, o trem sujou em Cuia, onde a Gerência de Combate ao Crime Organizado estourou uma fortaleza na tarde de anteontem  no centro da capital. A Polícia Civil recebeu uma denúncia de que havia um lugar onde estava sendo feita a clonagem de cartões de crédito, mas descobriram que se tratava de um ponto de jogo do bicho. A GCCO apreendeu 50 máquinas usadas nas apostas no local da denúncia e deteve três homens.

Galinho/Rodoanel

O juiz Raphael Cazelli de Almeida Carvalho, da Oitava Vara da Justiça Federal em Mato Grosso, rejeitou recurso que tentava trancar uma ação civil que tem o deputado estadual e ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos, como um dos réus. O tucano é acusado de improbidade administrativa, por ter, supostamente, causado um prejuízo de R$ 10 milhões aos cofres públicos. A acusação se deve as supostas irregularidades na condução das obras do Rodoanel, em Cuiabá, durante a gestão de Wilson Santos à frente da prefeitura da capital.

Limites do Absurdo

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso negou benefício de justiça gratuita ao desembargador aposentado Evandro Stábile, em uma ação rescisória que move contra a empresa Hidrovale Poços Artesianos. O desembargador Dirceu dos Santos entendeu que Stábile tem plenas condições de arcar com as despesas do processo. Seria cômico, não fosse trágico, um desembargador aposentado ganhando os tubos, pedir isenção de custas processuais, paciência tem limites né mesmo? Stábile foi aposentado compulsoriamente pelo TJ em 2016, em razão de ter negociado uma decisão judicial em 2009, quando presidia o Tribunal Regional Eleitoral em Mato Grosso.

MDB sem Bereré

O juiz Antônio Veloso Peleja Júnior, do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) suspendeu o recebimento do fundo partidário para o MDB pelos próximos quatro meses.Ainda, a sigla deverá quitar, no prazo de 15 dias, uma dívida de R$ 104, 7 mil decorrente da reprovação da prestação de contas de 2011. A dívida é de uma sentença de 2016. Em 2017, o TSE negou o recurso proposto pela defesa do MDB. Em plena pré-campanha, o bereré bloqueado vai fazer aquela falta!




fonte: Da Redação



anuncie anuncie aqui JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
zoom
High Society
Destaque VIP ao grupo Amigos do Bem que estão sempre juntos em prol de ajudar os mais necessitados realizando na cidade vários eventos, entre eles o Bazar e o Desfile Fashion Luz. Pessoas como vocês fazem a diferença. Nossos aplausos e reconhecimento. Em tempo parabenizamos Josinete Miranda pela passagem de mais um natalício. Felicidades e muitos anos de vida é o que lhes desejamos. Celebrar a amizade faz bem pra alma e pro coração. Nosso click as amigas Fabíola Campos Lucas e Andressa Braga.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados