Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 17 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Mocozou celular pro parceiro e foi em cana
Data:10/07/2018 - Hora:18h10
Mocozou celular pro parceiro e foi em cana
Ilustrativa

 

Mocozou celular no bocó

pro parceiro e foi em cana

 

No começo de junho, a suspeita havia sido detida com seu amásio que estava sendo procurado pela justiça e liberada continuou dando suporte em visitas ao marginal.

 

Da Redação

 

Erece Erlen Batista Lopes (31), que havia sido presa no mês passado  (8 de junho) em atitudes suspeitas de tráfico de drogas com seu companheiro e parceiro de crimes Diego Henrique Costa Silva, mesma idade,  voltou no final de semana e agora, em definitivo, autuada em flagrante pela tentativa de entregar um aparelho de telefone celular ao comparsa, que desde aquela época, encontra-se atrás das grades no cadeião do Nova Era, por força de um mandado de prisão preventiva.

A meliante foi flagrada por agentes da Cadeia Pública de Cáceres ao tentar entrar com um celular escondido na vagina, no último sábado (7), fato que não passou despercebido pelo sistema de scanner corporal, que apontou a anormalidade. Ao ser questionada, Erece Erlen, realmente confessou que levava um aparelho no órgão genital, para entregar na visita intima ao seu amásio preso.

De acordo com o Coordenador da Unidade Prisional, Welton Dias Ribeiro, o aparelho seria entregue durante a visita ao companheiro da mulher flagrada, confirmando a reportagem que já ela havia sido presa antes, na companhia de Diego. Na ocasião, ambos foram presos pelos policiais do Grupamento da Força Tática de Cáceres e Diego fora pro cadeião, pois estava premiado com um mandado de prisão. Erece, fora liberada, apesar de na residência do casal serem encontrados diversos papelotes de substância análoga a pasta base de cocaína e maconha.

Sem provas de tráfico e por ser primária, ela não ficou presa, mas pelo fato ocorrido no final de semana, continuava em conluio com seu parceiro preso e dançou ao introduzir um aparelho de telefone celular e um chip, na genitália, endereçado ao mesmo. Estes métodos são muito utilizados por amásias, e parentes de presos para abastecer as cadeias de celulares e drogas.




fonte: Da Redação



anuncie AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Com eficiência ímpar, as funcionárias da Biblioteca Municipal de Cáceres, Carla Kruger e Divina Aparecida Santos Conchev, estão sempre buscando divulgar com dinâmica e eficiência aos frequentadores da casa de cultura da Rua Padre Casimiro, as atividades lúdicas do estabelecimento, voltado à salutar pratica da leitura e pesquisas.  Registramos marcando mais um golaço no placar da vida Wellyngton Maciel, que recebe os abraços calorosos da companheira Darlene, da mãe Isabel, do filhão Samuel e do rol de amigos.  Que essa data se reproduza por muitos anos, sendo festejada com saúde e felicidades são os nossos votos.  Ilustrando a página hoje, a simpática professora Elaine Glerian, do corpo docente da Escola Estadual Onze de Março, (antiga Ceom) na disciplina de química, articuladora do Projeto Parlamento Jovem no estabelecimento de ensino de Cáceres, que teve este ano um aluno selecionado.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados