Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 18 de Julho de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Português confirma que recebeu R$ 50 mil no gabinete de Silval
Data:20/06/2018 - Hora:09h06
Português confirma que recebeu  R$ 50 mil no gabinete de Silval
Arquivo

O ex-deputado estadual Airton Rondina Luiz, o Airton Português (PSD), um dos que aparecem nos vídeos entregues nas delações do ex-governador Silval Barbosa e de seu ex-chefe de gabinete Sílvio César Corrêa Araújo ao Ministério Público Federal (MPF), confirmou que recebeu os maços de dinheiro, que totalizaram R$ 50 mil, no ano de 2013.

Apesar disso, ele negou que se tratasse de vantagem indevida em razão do exercício do mandato de deputado, ou seja, que era beneficiário do chamado “mensalinho” pago pelo então governador Silval Barbosa. A declaração foi feita ao delegado da Polícia Federal Fabrício de Azevedo Carvalho, no último dia 29 de maio, no âmbito das investigações da Operação Ararath.

Segundo Airton, que hoje se dedica à pecuária, o dinheiro tratava-se de restos a pagar da campanha eleitoral de 2010, em que foi candidato e venceu o pleito para deputado estadual e também atuou como coordenador da campanha de Silval, na região de Cáceres.

Nessa função, o ex-deputado afirma que acabou assumindo dívidas de campanha do ex-governador, que acabaram sendo parcialmente pagas por ele mesmo com recursos próprios, não se lembrando do valor total da dívida.

Sobre a ocasião filmada de forma escondida por Sílvio Corrêa, então em seu gabinete no Palácio Paiaguás, Airton diz que não se recorda da data em que foi até o prédio do governo. Mas , que foi até lá após receber uma ligação de Sílvio Corrêa solicitando sua ida, mas sem avisar qual era o assunto, nem que lhe entregaria dinheiro ou que era para levar pasta ou mochila.

Questionado sobre a presença de sua irmã Vanice Marques no encontro com Sílvio Corrêa, Airton afirmou que foi uma mera coincidência, pois foi quem lhe deu carona.

Ao delegado da PF, Airton Português relatou que ao entrar no gabinete de Sílvio, já percebeu que havia alguns pacotes de dinheiro sobre a mesa, mas Sílvio não falou nada sobre aquilo. Apesar disso, Airton supôs que se tratava do pagamento da dívida de campanha que Silval tinha consigo.

O dinheiro então foi entregue por Sílvio e acabou sendo guardado na bolsa da irmã do então deputado. Ao chegarem em casa, Airton fez a contagem do dinheiro e verificou que havia R$ 50 mil.

A versão do ex-deputado contraria o que relataram em suas delações premiadas Silval Barbosa e Sílvio Corrêa. No mês de fevereiro, durante interrogatórios da CPI do Paletó, na Câmara dos Vereadores de Cuiabá, Sílvio afirmou que o dinheiro pago aos deputados gravados se tratava de “mensalinho” pago como forma de Silval Barbosa obter governabilidade e apoio do Legislativo em projetos como o Mato Grosso Integrado. Já Silval Barbosa classificou o caso como extorsão dos deputados estaduais.




fonte: G.D com Redação



anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Nossas felicitações ao educador físico Stevan S. Peres que nesta data comemora mais um ano de existência  e recebe o carinho especial dos familiares e amigos.  Feliz Aniversário com votos de felicidades, realizações, saúde e prosperidades. Que Deus em sua infinita bondade lhe reserve muitos anos de vida. Parabéns!!! Embelezando nossa High Society nesta quarta-feira, Danyelli Aniceto Silva a quem desejamos felicidades pela passagem de mais uma primavera. Felicidades hoje e sempre. Votos de breve recuperação a Erni Pinheiro Saravy, ele que no fim de semana  passou por procedimento cirúrgico. Estimamos sua melhora.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados