Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 21 de Agosto de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Chegou a hora: Abem-se as cortinas do mega 37º FIPe
Data:06/06/2018 - Hora:08h43
Chegou a hora: Abem-se as  cortinas do mega 37º FIPe
RankBrasil

Nesta quarta feira, logo mais às 20h00, acontece a grande largada de abertura do 37º FIPe,  maior festival de pesca esportiva embarcada do planeta, com ato solene no portão de acesso à Sicmatur, sito à Rua General Osório, prometendo quebrar vários recordes dele mesmo, com registro do RankBrasil leia-se Luciano Cadari, que estará durante o festival em Cáceres computando as marcas e resultados.

A organização e coordenação do FIPe sob o comando do eficiente secretário da Sicmatur realmente vem trabalhando no sentido de superar recordes e com isso, registrar um novo título brasileiro, do evento que acontece entre os dias 6 e 10 de junho às margens do Rio Paraguai, na praia do Daveron.

A idéia dos organizadores é ultrapassar as próprias marcas obtidas no ano passado, de Maior campeonato de pesca esportiva infanto-juvenil (1.854 participantes) e maior campeonato de pesca esportiva da melhor idade (288 integrantes); bem como a conquistada em 2010, de maior campeonato de pesca em canoa a remo (60 pessoas).

A festividade também busca quebrar o recorde de maior torneio de pesca esportiva em barco motorizado, que atualmente pertence à cidade de Carlópolis (PR) e foi obtido no PesCar de 2015 com 344 embarcações.

O evento de Cáceres ainda deve estabelecer um novo título brasileiro: o de maior campeonato de esportiva PCD (Pessoas com Deficiências).

O representante do RankBrasil, Luciano Cadari, mais uma vez na cidade. disse ser grande orgulho fazer parte da história do FIPe e acompanhar sua evolução no decorrer dos anos. Além de estabelecer recordes, a festa vai contar com comidas e bebidas típicas,

feiras náuticas, gastronômicas e de artesanatos, shows de artistas nacionais, regionais e locais, modalidades esportivas de jogos de praia e de mesa, oficinas e palestras de preservação do meio ambiente.

O festival foi criado há 38 anos pelos pioneiros Aderbal Michelis, seu pai Bertolino e Adelino Pirangueiro e a primeira edição aconteceu em 1980 com 42 competidores, todos do sexo masculino. No ano seguinte, a participação aumentou para 72 pescadores e em 1982 teve 246 inscritos, com início da prova Infanto-Juvenil. As mulheres começaram sua participação em 1986, com as filhas do patrono Aderbal, Triana e Rosane Michelis e Simone Valéria, compondo a 1ª equipe feminina

Em 1992, o FIPe entrou para o Guinness World Records como o Maior festival de pesca embarcada em água doce do mundo, atraindo equipes de vários estados brasileiros e também de outros países, além de milhares de pessoas acompanhando as provas. Com o objetivo de preservar o meio ambiente, desde 1997 o festival adotou o sistema ‘pesque e solte’.

1º Festival de Pesca - Ano 1980 - Aderbal Michelis exibindo um dourado fisgado durante a prova (Foto: Familia Michels)




fonte: Redação com Rankbrasil



JBA anuncie aqui anuncie
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Brinde especial a nossa leitora assídua Cibeli Simões que festejou data nova no domingo e recebeu o carinho especial dos familiares, amigos e colegas da OAB. Que seus sonhos se tornem realidade e que esse ano seja repleto de alegrias, saúde, vitórias. Parabéns!!! No rol dos aniversariantes o competente delegado Alex Cuyabano a quem enviamos os votos de felicidades, rogando ao Criador infinitas bênçãos nesse novo ano de vida que se inicia. Muitas felicidades pra você Kelly Prado. Que todos os seus sonhos e metas sejam alcançados, sem esquecer do mais importante, que você seja muito, mas muito feliz.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados