Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
O Amor e a Língua
Data:19/05/2018 - Hora:07h56
O Amor e a Língua
Divulgação

Jesus, antes de ir ao jardim das oliveiras e começar a sua Paixão, sofreu muito no jardim das oliveiras, pronunciou um longo discurso à mesa com os discípulos. E ele aconselha algo importante, dá um conselho muito importante. “Permanecei no meu amor”. Este foi o conselho que Jesus deu aos seus antes de sofrer e de morrer. E é também o conselho que nos dá, a cada um de nós. Jesus diz-nos: “Permanecei no meu amor. Não saiais do meu amor”. E cada um de nós pode questionar-se no coração, no próprio coração: “Permaneço no amor do Senhor? Ou saio procurando outras realidades, outros divertimentos, outros comportamentos de vida?". Mas “permanecer no amor” é fazer o que Jesus fez por nós. Ele ofereceu a vida. Ele foi o nosso servo: veio para nos servir. “Permanecer no amor” significa servir os outros, estar ao serviço dos outros. O que é o amor? Queremos pensar no que é o amor? “Ah, sim, vi um filme na TV sobre o amor, era bonito... Com aquele casal de namorados... E depois, acabou mal, que pena!”. Não é assim. O amor é outra coisa. O amor é cuidar dos outros. Não é tocar violinos, muito romântico... O amor é trabalho. Quantas de vós sois mães, recordai quando os filhos eram pequenos: de que modo amáveis os vossos filhos? Com o trabalho. Cuidando deles. Eles choravam... era preciso amamentá-los; trocar as suas fraldas; isto, aquilo... O amor é sempre trabalho para os outros. Porque o amor se mostra com as obras, não com as palavras. Recordai aquela canção: “Palavras, palavras, palavras” ["Parole, parole, parole”]. Muitas vezes são apenas palavras. Ao contrário, o amor é concreto. Cada um deve pensar: o meu amor pela minha família, no bairro, no trabalho: é serviço aos outros? Preocupo-me pelos outros? Estive na parte de cima, chamam-na a “Casa da Alegria,” mas poderia chamar-se a “Casa do Amor”, porque esta paróquia se ocupa de muitos que precisam ser cuidados, ser vigiados. E isto é amor. Amor é trabalho, trabalho para os outros. O amor está nas obras, não nas palavras. “Amo-te”. “E o que fazes por mim se me amas?”. Cada enfermo do bairro se pergunta: “Que fazes por mim?”. Na vossa família, se amas os teus filhos, sejam pequenos ou grandes, os pais, os idosos, o que fazes por eles? Para ver como vai o amor, devemos questionar-nos sempre: o que faço? “Mas, padre, onde aprendemos isto?”. Com Jesus. E na segunda leitura há uma frase que nos pode abrir os olhos: “Nisto manifestou-se o amor de Deus em nós: Deus enviou ao mundo o seu Filho”. Nisto consiste o amor. Não fomos nós a amar Deus mas Ele amou-nos em primeiro lugar. O Senhor ama sempre em primeiro lugar. Espera-nos com o amor. Também nós podemos perguntar-nos: espero os outros com amor? E depois fazer uma lista de perguntas. Por exemplo: o mexerico é amor? Quem fala mal dos outros... Não, não é amor. Falar mal das pessoas não é amor. “Oh... eu amo a Deus. Faço cinco novenas por mês. Faço isso e aquilo...”. Sim, mas... como é a tua língua? Como vai a tua língua? É exatamente esta a pedra de comparação para ver o amor. Amo os outros? Pergunta-te: como vai a minha língua? Dir-te-á se é amor verdadeiro. Deus amou-nos em primeiro lugar. Espera-nos sempre com o amor. Amo em primeiro lugar ou espero que me dêem algo para amar? O amor é gratuito, em primeiro lugar. Mas o termômetro para saber a temperatura do meu amor é a língua. Não vos esqueçais disto***___vatican.va/content/francesco/pt/homilies




fonte: vatican.va/content/francesco/pt/homilies



AREEIRA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Brinde especial a nossa leitora assídua Cibeli Simões que festejou data nova no domingo e recebeu o carinho especial dos familiares, amigos e colegas da OAB. Que seus sonhos se tornem realidade e que esse ano seja repleto de alegrias, saúde, vitórias. Parabéns!!! No rol dos aniversariantes o competente delegado Alex Cuyabano a quem enviamos os votos de felicidades, rogando ao Criador infinitas bênçãos nesse novo ano de vida que se inicia. Muitas felicidades pra você Kelly Prado. Que todos os seus sonhos e metas sejam alcançados, sem esquecer do mais importante, que você seja muito, mas muito feliz.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados