Diretora administrativa: Rosane Michels
Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Cadastro anti-Caloteiros
Data:16/05/2018 - Hora:09h47
Cadastro anti-Caloteiros
Reprodução Web

Alguns cidadãos, notadamente os que se acham classe media porque ganha mais de 3 salários mínimos por mês, e, tem um pois é de 20 anos atrás, tipo pereba, 1.0, que afoga em descidas, só pagam dividas em ultimo caso. Mesmo sabendo que o calote gera juros comuns e sobre a mora, que ele purga muitas vezes só na justiça, sob constrição de penhora daquele terreninho onde pretende construir um puxadinho de duas peças e um banheiro pra sair do aluguel. Prá quem entra no calote da dívida, se não pagar no prazo previamente estipulado, incorre na tal multa de mora, definida como uma porcentagem aplicada à dívida por cada dia de atraso em relação ao seu não pagamento. Apesar disso, se essa taxa for prolongada por mais de um mês, o juros de mora começa a ser cobrado, tendo um cálculo que é feito mensalmente. Imagine que hoje é dia 15/8/ e você vai pagar um boleto que venceu no dia 5/8/ no valor de R$5.000,00. Após o vencimento, multa cobrada= 2%; Após o vencimento, mora cobrada=3% a.m.; Calculando o valor da multa pelo atraso de pagamento, independentemente da quantidade de dias de atraso, tem-se que esse valor é de 2%: Multa por atraso= R$5.000,00 x 2%; Multa por atraso= R$100,00; Calculando-se a multa de mora: Valor= 3% a.m. (ao mês). Considerando que, comercialmente, o mês tenha 30 dias, portanto, o valor será 3/30 multiplicado pela quantidade de dias que estão atrasados. Como são 10 dias: R$5.000,00 x 3% = R$150,00

R$150/R$30 = R$5,00; R$5,00 X 10 (dias que estão em atraso) = R$50,00. Somando-se o valor do boleto + multa por atraso + multa de mora: R$5.000,00 + R$100,00 + R$50,00 = R$5.150,00. Morou só o barulho do tal juro e sua mora? O trem é cosquento, amigos, especialmente prá quem é pobre e honesto e por circunstancias extras não consegue pagar seu débito em dia, porque a maioria dos ricos nem com juros de mora, execuções e os cambaus, quitam seus compromissos, sobretudo quando os financeiros. São vários os exemplos de gravatinhas em carros possantes importados, com papagaios nos bancos e se lixando para as dívidas, afinal, eles são amigos dos poderosos e ninguém mexe com eles. A gente mexeu na mer...cadoria, só prá lembrar que nossos bem remunerados no congresso, depois de vários meses ganhando nosso dinheiro, estão aprovando um PL que abre privilégios para os bons pagadores. O tal cadastro positivo. Segundo os embromadores, criando condições para a expansão do crédito, queda das taxas de juros e aumento do consumo, beneficiando toda a população, ulalá, quanta palhaçada! Ora, pagar as contas em dia é dever, obrigação de cada um e quem não paga, é caloteiro, deles, cuidam os juros, as moras, as execuções, se não pagam, porque leis no Brasil não funcionam. Agora, criar lei com benefícios para quem nada faz além de cumprir seu dever, é assumir que o caloteiro precisa de incentivos para solver suas obrigações, isso é uma vergonha, como dizia o Boris Casoy. Lembra daquele prefeito que noticia na imprensa que ele paga os salários dos barnabés em dia? Vantagem nenhuma, pagar à quem se deve é uma obrigação, jamais, uma virtude.

 




fonte: Da Redação



anuncie AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Completar mais um ano de vida é sempre um momento mágico e vivendo esse momento a querida Marisa Klein Dias que celebra com o carinho dos familiares e amigos.  Desejo o melhor para você não só hoje, mas sempre, e que esta data se repita por muitos anos, sempre com saúde, amor e felicidade. Grande beijo! Festejou data nova Marta Silveira Rocha. Que Deus abençoe seu novo ano de vida. Você merece tudo de bom sempre. Que a felicidade dessa data se estenda por todo ano. Feliz Aniversário!  No rol dos aniversariantes o advogado Fransérgio Rojas Piovesan a quem desejamos os parabéns com votos de felicidades e prosperidades.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados