Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 21 de Agosto de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI
Justiça oficializa suspensão de concurso em Mirassol D’Oeste
Data:09/05/2018 - Hora:17h40
Justiça oficializa suspensão de  concurso em Mirassol D’Oeste
Arquivo

O Concurso público da cidade de Mirassol D’Oeste foi suspenso pela Justiça de Mato Grosso após denúncias de diversas irregularidades cometidas pela empresa responsável pelo concurso. A suspensão foi divulgada na tarde de anteontem, (7) pelo Ministério Público Estadual (MPE), que teve pedido acatado pela Justiça, mas a empresa e a Prefeitura de Mirassol D’Oeste ainda não se pronunciaram sobre a suspensão do concurso.

De acordo com ação, deflagrada ainda antes da aplicação das provas, a empresa não possuía aptidão técnica e estrutura necessárias para a realização do certame, sendo objeto de investigação e/ou ações judiciais em outros municípios do estado. O pedido de suspensão foi, todavia, num primeiro momento negado pela Justiça, tendo sido permitida a realização das provas.

Ocorre que, após a realização das provas, pedido de reconsideração foi feito ao Poder Judiciário, pois diversos candidatos passaram a procurar a Promotoria de Justiça relatando, entre outras irregularidades, condutas incompatíveis dos fiscais que aplicaram a prova. Os fiscais permitiram que pessoas supostamente inscritas no concurso adentrassem as salas para fazer a avaliação, sem ao menos conferir os documentos de identificação pessoal.

“Não bastasse, na Escola Padre Anchieta, os fiscais sequer permaneceram na sala durante a aplicação da prova, permitindo que diversos candidatos manuseassem seus aparelhos celulares durante todo período de duração da prova, possibilitando a resolução da prova com consulta a internet”, diz o requerimento formulado pelo Promotor de Justiça de Mirassol D'Oeste, Saulo Pires de Andrade Martins.

Ainda de acordo com o MPE, outra situação ocorrida que demonstrou a total inaptidão da empresa, consistiu no fato da mesma sequer ter providenciado local adequado para aplicação das provas.

A empresa não considerou a quantidade de inscritos, tendo improvisado, na Escola Padre Anchieta, o refeitório par a aplicação das provas, permitindo que candidatos realizassem o concurso um ao lado do outro, como se a resolução das provas fosse em grupo.

Além disso, os gabaritos das provas não estavam embalados em envelopes lacrados, sendo que o fiscal da Escola Padre Anchieta teria chegado portando os referidos documentos nas mãos, antes de entregar as provas.

Conforme uma das candidatas, ao apresentar-se para fazer a prova ela verificou que seu documento de identidade estava com o número do RG indicado de forma equivocada na lista do fiscal. Ao indagá-lo sobre isso, foi orientada a entrar no site após a prova a alterar seus dados, o que efetivamente o fez sem qualquer obstáculo por parte da empresa contratada.

Outro candidato denunciou que recebeu a prova com a indicação equivocada do cargo almejado, e ao questionar os fiscais, foi informado que deveria realizar o certame com o caderno de prova que havia recebido, ou seja, o caderno errado.




fonte: G1 com Redação



JBA anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
High Society
Brinde especial a nossa leitora assídua Cibeli Simões que festejou data nova no domingo e recebeu o carinho especial dos familiares, amigos e colegas da OAB. Que seus sonhos se tornem realidade e que esse ano seja repleto de alegrias, saúde, vitórias. Parabéns!!! No rol dos aniversariantes o competente delegado Alex Cuyabano a quem enviamos os votos de felicidades, rogando ao Criador infinitas bênçãos nesse novo ano de vida que se inicia. Muitas felicidades pra você Kelly Prado. Que todos os seus sonhos e metas sejam alcançados, sem esquecer do mais importante, que você seja muito, mas muito feliz.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados