Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Justiça nega liberdade para servidor que desviou dinheiro
Data:05/05/2018 - Hora:08h04
Justiça nega liberdade para  servidor que desviou dinheiro
GCCO

Pitágoras Pinto de Arruda, ex-servidor do Tribunal de Justiça de Mato Grosso preso por desvio de dinheiro público, teve liberdade negada na última quarta-feira (2) pelo juiz Marcos Faleiros, da Sétima Vara Criminal. O suspeito foi preso no dia 25 do mês passado pela "Operação Regresus" e, em juízo, confessou o crime. Pitágoras atuou por sete anos no Núcleo de Execuções Penais de Cuiabá, dos magistrados Geraldo Fidélis. A denúncia foi feita pelo próprio magistrado Fidélis, ao tomar ciência dos fatos.

A operação policial comandada pela GCCO cumpriu mandados contra o promotor de eventos Marcelo Rocha, conhecido nacionalmente como “Marcelo Vip”, e Márcio da Silva Batista, traficante de drogas com atuação no Rio de Janeiro conhecido como "Porquinho". Ambos teriam fraudado informações com o auxílio de Pitágoras, para conseguir remissão de pena.

Segundo a defesa de Pitágoras, patrocinada por Valdir Caldas, o objeto de sua prisão foi o desvio de uma conta única do Núcleo de Execuções Penais para uma conta particular, criada por Pitágoras. Segundo o investigado, o fato já foi confessado à Polícia Civil e ao juízo, na quarta-feira (25), pediu desculpas à Geraldo Fidélis, por ter traído sua confiança, com quem trabalhou há sete anos.

Acrescentou, que o investigado agiu sozinho, pois teve necessidade de dinheiro, inclusive para sua mãe. "No momento de desespero acabou cometendo o delito. Na própria audiência solicitou uma maneira de fazer o ressarcimento do valor desviado", acrescenta a defesa.

A defesa de Pitágoras pediu liberdade, alegando incapacidade do suspeito de manter-se no delito, uma vez que não assume mais a função que exercia na ocasião do crime e que os fatos levantados pela operação já cessaram em janeiro de 2018 e que, portanto, não há risco de reiteração criminosa.

O magistrado Marcos Faleiros rejeitou o pedido, por motivos técnicos. "No presente caso, não houve qualquer modificação fática capaz de ensejar a revisão do decreto prisional recentemente deferido por este magistrado, razão pela qual a defesa deverá se valer de Habeas Corpus ao Egrégio Tribunal de Justiça".

 




fonte: TJ/MT com Redação



anuncie aqui JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Vende-se
High Society
Festejou mais uma primavera a linda Alícia Maria, que ontem recebeu os parabéns dos familiares, amigos e companheiros do Rotaract. Que todos os aprendizados sejam fonte de inspiração para mais uma etapa de sua vida. Que tua vida seja sempre marcada por bons momentos. Milhões de felicidades gatinha!!! Flores multicoloridas  a aniversariante do dia Maritza Maldonado. Desejo o melhor para você não só hoje, mas sempre, e que esta data se repita por muitos anos. Felicidades mil!!!  Celebrou mais um ano de vida o professor Rubens dos Santos a quem enviamos votos de felicidades, saúde e muito amor. Que os dias futuros sejam pleno de realizações. Na foto com a esposa Mariana.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados