Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 21 de Maio de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
fipe
Maio Amarelado
Data:25/04/2018 - Hora:08h42
Maio Amarelado
Reprodução Web

O Detran de Mato Grosso seguindo as pegadas das demais cidades do patropi, oficializou ontem sua adesão ao Movimento Maio Amarelo, que nasceu com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Melhor não acelerar muito e ficar por aqui mesmo, para evitar atropelar na contramão os números globais. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado em 2017 foram registradas mais de 23 mil ocorrências de trânsito (entre carros e motocicletas), 656 delas, resultando em mortes por acidentes de trânsito. E a exemplo das demais campanhas de estilo, houve festa na praça para a solenidade de lançamento do Movimento Maio Amarelo, presenças do governador do Estado, Pedro Taques, presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária, José Aurélio Ramalho, representantes da sociedade civil organizada, apoiadores do Movimento Maio Amarelo e etc. E rufem os tambores e toca a banda de musica e soltem rojões, que tudo é festa, menos para as centenas de famílias que tiveram entes queridos prensados em latarias de veículos sinistrados.  Segundo o pessoal da organização, o objetivo, fomentar na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. Muito bonito, camisetas, folders, outdoors, vinhetas em carro de som, na mídia escrita, falada e televisada e a fila anda, que em 2019, vem nova estatística macabra com dados de 2018, é sempre assim, que termina o filme que não vale a pena ver de novo, mas não se tem como fingir ou fugir. Nada contra as campanhas disso ou daquilo, apenas no nosso leigo entendimento e raciocínio, da forma como está, pouco ou quase nada resolve. Tudo bem que se façam blitz educativas, conscientização dos motoristas e pedestres, porém, enquanto não se mexer no bolso do infrator, e pegar pesado, não vai adiantar tanto blá, blá, blá, gente, veja só a displicência legal da tabela de multas (algumas delas) para os criminosos do volante: avançar no sinal vermelho do semáforo, R$ 293,47; trafegar na contra mão, R$ 293,47; trafegar na calçada, R$ 880,41; dirigir pelo acostamento, R$ 880,41; fazer retorno em local proibido, R$ 293,47; dirigir alcoolizado, R$ 2.934,70; disputar “racha,” R$ 880,41; Excesso de velocidade superior em 50%, R$ 880,41; dirigir na contramão em via de sentido duplo         , R$195,23. A mais apenada é a de dirigir alcoolizado, convenhamos, diante da gravidade, uma bagatela e na maioria das vezes, o infrator não fica preso. Pensando bem, não deveria mesmo, pois cadeia não redime ninguém de má índole, então, uma solução seria legalmente bater pesado nos valores, prisões afiançáveis no valor do veículo, cassação definitiva da CNH do criminoso do volante, tudo isso em rito sumário, com decisão irrecorrível. Quiçá fosse assim, pelo menos metade das vitimas fatais (80) só em janeiro e fevereiro deste ano em Mato Grosso estariam vivas, não é? Em tempo: será que alguém vai citar os esquemas dúbios do Detran nesta campanha? E as carteiradas de bacanas quando são flagrados cometendo crimes no trânsito? Seria caso do trânsito em julgado? Parece brincadeira, mas não é, Bom Dia!




fonte: Da Redação



anuncie anuncie aqui
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
High Society
Tim tim a querida Maria Arruda Moura, que comemora ao lado do maridão Lécio (foto) mais um ano de vida. Que Deus lhe abençoe e proteja sempre. Que em todos os dias da sua vida você seja muito feliz ao lado das pessoas que te amam. Parabéns!!! Destaque especial com votos de um final de semana iluminado ao casal Ibraim e Alzira Pires Atala, que contagiam pela simpatia e amabilidade. Esbanjando charme  a linda Jéssica Castro, que embeleza nossa High Society hoje. Grande abraço extensivo a todos da Floricultura Joia Viva.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados