Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Inflação, ou, Infração?
Data:18/04/2018 - Hora:08h43

Com certeza, cara de pau de políticos não pega cupim devido ao uso de óleo de peroba diário, que os botecos da vida só servem para disfarçar e perfumar as latas sujas dos malandros gravatinhas empoderados, nos palácios de Brasília e similares da maioria das unidades capitais do reino tupiniquim. Veja o desplante, a ousadia, a pachorra e a ironia do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmando na semana passada ao seu chefe, idem cara de pau ministro Meirelles, que a inflação já se encontra em direção à meta em 2018; e que o BC tem tomado as providências para que a inflação atinja as metas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional, de 4,5% em 2018, uma media inferior a 0,4% ao mês. E olha que a expectativa furada do tal Banco Central estima que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o tal IPCA, deve ser menos ainda, algo em torno de 3,8% neste ano. Mas a realidade desmascara os economeses que recebem um salário mínimo por dia, para manipular mentiras em seus gabinetes. Veja só, a cesta básica em Cuiabá, (leia-se também Cáceres) já acumula alta de 5,8% nos três primeiros meses de 2018, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A pesquisa do Dieese mostrou que a cesta básica em Cuiabá custa R$ 398,00 e para levar todos os itens, os cuiabanos precisam trabalham 91 horas e 55 minutos, ou seja, quase a metade do mês para se manter ativo, alimentado, e em condições de continuar trabalhando. Não se computa claro, as contas de água, luz, telefone, aluguel e ou prestação da casa própria, eventuais remédios de farmácia, (o postinho quase nada tem), roupas do brechó e se for quebra santo, os 10% da igreja, que isso é cobrado religiosamente. Só pra ilustrar por baixo, quanto custava o mata-fome da Filó em dezembro de 2017? Resposta: R$ 6,50 o Peéfe, em janeiro de 2018, R$ 7,50 o mesmo Peéfe, reajuste: algo em torno de 15%; Errado ela? Claro, que não, é preciso embutir o aumento do gás liquefeito de petróleo; a energia elétrica; os aumentos da matéria prima (alimentos), somados entre si e divididos, algo em torno de 15% no primeiro trimestre deste ano. Então, truco, deu empate, menos pra gente, que teve o salário mínimo na base dos 2,9% do governo e a mesma merreca de 0,40%/mês na poupança, isso quem tem uma sobrinha pra poupar. O caso do prato feito, conhecido P.F que prende a gente pelo preço, é apenas uma das muitas infrações economistas do patropi, que trocou o R pelo L como diz o Cebolinha, já que não é nenhum segredo, que o governo acobertado a preço milionário pela grande mídia manipula não apenas a inflação; reincidindo em outras infrações, contra a cidadania do povo, tripé torto do Estado. A menos que se tenha mudado o conceito estatal, ele ainda é território, soberania e povo, ...Cadê o Povo? Procura por aí, Diógenes, que além do local de trabalho semi-escravo urbano e rural, em outubro ele é encontrado nas seções das zonas votando em corruptos. É como se diz pelai, pobre, amigo, neste país de desigualdades, é igual papel higiênico, quando sai do rolo, entra mesmo é onde o distinto pensou, Bom Dia!




fonte: Da Redação



anuncie anuncie aqui AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Vende-se
vende
High Society
Um click especial ao príncipe  Miguel que veio ao mundo para aumentar a felicidade da mamãe Cinthia Moreira Assunção, que está curtindo cada segundo a presença do seu pequeno.  Que Papai do céu derrame muitas bênçãos  de saúde sobre sua vida. Seja bem vindo Miguel! Fazer aniversário é celebrar a vida. E quem amanheceu festejando mais um ano foi o amigo Moisés Bandeira a quem enviamos votos de paz, saúde e prosperidades. Que Deus te conceda uma vida repleta de vitórias e conquistas. Parabéns!!! Uma excelente sexta-feira a Ronilma da Cunha Martins que com seriedade realiza um ótimo trabalho o setor de Regulação da saúde do município. Que Deus continue abençoando você pela atenção e carinho que dispensa com as pessoas que precisam de atendimento.  Sucessos a toda equipe!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados