Diretora administrativa: Rosane Michels
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Presos ordenam morte de agentes depois de motim em penitenciária
Data:22/03/2018 - Hora:09h07
Presos ordenam morte de agentes depois de motim em penitenciária
Reprodução

O motim, que terminou na tarde de anteontem, com quatro feridos e um detento morto, na Penitenciária Central do Estado (PCE), causou alerta por parte dos agentes penitenciários, que foram ameaçados por líderes de facções, após o tumulto. Em áudios, que já circulam nas redes sociais, os presos utilizam palavras como "salve geral" e "passa nada", para ameaçar os servidores.

Os presos pedem que "os soldados das facção que estão em liberdade" ataquem agentes penitenciários, carros do Serviço de Operações Especiais e Grupo de Intervenção Rápida e "fuzilem" as viaturas do sistema penitenciário. O motivo seria a morte do preso Jesuíno Cândido da Cruz, o Junião, 27. O disparo, feito pelos agentes no momento da contenção, acertou a cabeça do detento, que morreu na enfermaria do presídio.

Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários, após uma varredura e retirada de celulares, carregadores e drogas do Raio 3, os presos se rebelaram e começaram a jogar água quente e pedaços de concreto nos agentes. Com isso, os servidores revidaram e atiraram, conseguindo assim fazer com que todos os presos para o interior das celas.

Após o tumulto, a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa foi acionada e começou a investigar o fato, já que havia perfurações de tiros em freezers da unidade e um morto no confronto. Porém, a morte de Junião acabou exaltando os ânimos de líderes de facções criminosas e foi dado o "salve", que é uma espécie de ordem que parte do presídio para ser cumprida do lado de fora dos presídios. E o mais assustador é que a ordem é para matar agentes.

Antes dos áudios e do motim realizado na tarde de terça, uma carta foi escrita dentro da PCE e encaminhada à Comissão de Direitos Humanos da OAB-MT. Nela, os detentos pedem a retirada do atual diretor da Penitenciária Central, porque ele estaria "judiando" dos presos. "Faz ato de tortura", diz trecho da carta.

A Polícia Civil, por nota, informou que A  DHPP esteve na unidade e constatou que houve motim e por isso foram usados meios de contenção.  Foram realizadas perícias de danos (pois o raio 3 estava com sinais visiveis de destruição) e pericia de local de morte. O inquérito policial ja foi instaurado e tomadas todas as providências.




fonte: Assessoria com Redação



anuncie aqui AREEIRA JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
Multivida
High Society
Para quem gosta de objetos de decoração e utilidades, daqueles do dia a dia, até os mais requintados, agora conta com a Casa Marquesa, especializada em presentes para as mais variadas ocasiões. A empresária Beatriz Tavares investiu num espaço requintado e aconchegante para oferecer o que tem de melhor, com  muito bom gosto. Vale conferir. Sucessos Bia. Cáceres agradece Felicitamos neste dia a linda morena Bárbara Victória Filiagi Assunção que celebra mais uma primavera e recebe o carinho especial das irmãs Kássia e Raquel, do pai do coração Gaúcho e rol de amigos. Sucessos, saúde, amor e alegrias nesse novo ano é o que a família do JCC deseja. Feliz Niver!!! Brindamos hoje mais um aniversário da finess Lucia Oliveira. Que Deus em sua infinita bondade lhe presenteie com um ano pleno de realizações e felicidades.
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados