Diretora administrativa: Rosane Michels
Terça-feira, 26 de Março de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
QI novo
Náutico despacha o Cuiabá em jogo na Arena Pantanal
Data:16/03/2018 - Hora:08h29
Náutico despacha o Cuiabá  em jogo na Arena Pantanal
Pedro Lima

Precisando vencer por dois gols de diferença, (o empate era do adversário e vitória de um gol levava o jogo para os pênaltis), o Cuiabá mesmo jogando na Arena Pantanal, em casa, apesar de portões fechados, sem torcida, sucumbiu a força do Náutico do Recife e foi

A partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil, na Arena Pantanal, (jogo de volta) terminou em 1 a 0 para o visitante, gol marcado por Ortigoza e como já havia vencido a partida de ida por 2 a 1, o Timbu confirmou a classificação para a quarta fase da competição nacional.

Com apenas uma alteração na equipe titular em relação ao último jogo, contra o Bahia pela Copa do Nordeste, tirando Jóbson para a volta do volante Josa, o Timbu adotou uma postura mais defensiva, esperando o Cuiabá no campo de defesa e tentando encaixar os contra-ataques, tentando buscar apenas uma bola para abrir vantagem.

Os primeiros minutos de jogo foram equilibrados, as duas equipes se posicionando. A primeira oportunidade de gol foi do Náutico, em uma cobrança de falta, o goleiro do Cuiabá se adiantou e por pouco não levou o primeiro. O juiz pegou um desvio e marcou escanteio. Na seqüência o Dourado chegou com Bruno Alves, mas o zagueiro Breno tirou, salvando o time pernambucano.

Depois dos 15 primeiros minutos de jogo o Cuiabá passou a dominar a partida e o Náutico a jogar mais fechado, aproveitando a vantagem e tentando evitar de levar gol. Aos 26, escanteio para o Cuiabá, a zaga pernambucana deu bobeira e deixou Ednei livre. Ele subiu sozinho, mas o goleiro Bruno estava ligado no lance e ficou com a bola. O Cuiabá continuou insistindo e no finalzinho do tempo normal Bruno Alves invadiu a pequena área, tirou do goleiro, limpou a jogada, mas bateu para fora.

No retorno do intervalo o Cuiabá voltou se impondo, já no primeiro minuto, Hiltinho arriscou um chute a gol de longe, mas a bola passou por cima da trave. Aos 10 minutos, o Dourado chegou com muito perigo. Jenison mandou para o gol, a bola bateu na trave e ficou com goleiro. Para alívio dos pernambucanos.

Depois de mais de 10 minutos de pressão o Náutico esboçou reação, partiu para o ataque, mas não conseguiu uma boa finalização. O Cuiabá continuou buscando o gol e o Náutico se segurando, arriscando muito pouco, apenas nos contra-ataques.

Aos 40, em uma jogada embolada na pequena área, a zaga deu bobeira, após um cruzamento de Rogerinho, Jóbson tentou de cabeça e a bola se ofereceu dentro da área para Ortigoza e enquanto a defesa  pedia impedimento, o atacante do Timbu mandou para o fundo da rede, abrindo o placar e deixando o Náutico em uma situação ainda mais confortável. O jogo foi até quase 50 minutos, mas não deu para o time Mato-grossense. Partida terminou em 1 a 0 para o Náutico que ficou com a vaga na quarta fase da Copa do Brasil.




fonte: Redação com O.E



AREEIRA anuncie aqui JBA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
Multivida
High Society
No rol dos aniversariantes hoje o médico Rodrigo Perez, que comemora a data envolto ao carinho da família e amigos. Que seu coração esteja sempre em festa, porque você é um ser de luz e especial para muitos. Parabéns que possa ter muitos anos de vida, saúde e prosperidades. Em tempo parabenizamos Ana Maria da Silveira Lima pela passagem de seu natalício. Que a vida continue sorrindo e presenteando você com as melhores graças, com muito amor, amizade e felicidades mil. De volta a city o jornalista e músico Daniel Alves de Macedo, que após longos dia em São Paulo retornou a Princesinha. Seja bem vindo!
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados