Diretora administrativa: Rosane Michels
Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
Pagina inicial Utimas notícias Expediente High Society Galeria Fale conosco
JUBA
Cadê os Bererés?
Data:21/02/2018 - Hora:09h07
Cadê os Bererés?
Reprodução Web

O leilão de um apartamento localizado no 12º andar do Edifício Torres dos Rios, no Condomínio Residencial Pantanal 3, no Bairro Bosque da Saúde em Cuiabá e que pertencia a um ex-secretário de governo anterior de Mato Grosso, pela justiça, rendendo ao erário R$ 470 mil, é um ponto positivo na guerra contra a corrupção. Sempre fomos contra a prisão desregrada, anticonstitucional, arbitrária, violando clausula pétrea da presunção de inocência e sem transito em julgado de decisões, mas nunca deixamos de defender o reparo à lesão, comprovado o crime. Quando a justiça nega pedido de prisão contra denunciados alegando que a constrição maximis dos investigados, poderia acarretar uma conotação desvirtuada; causando especulações; exploração da mídia que muitas vezes acaba por antecipar uma condenação, com notícias sensacionalistas e desastrosas para a vida dos investigados, em detrimento de presunção de inocência, em parte, concordamos, claro, no tocante ao indeferimento das prisões, mesmo pelo respeito as clausulas pétreas, notoriamente ignoradas por tribunais, e porque de nada adianta enclausurar acusados na cadeia, sem ressarcimento da lesão. Veja o leitor que bilhões de reais, fruto de malversação do erário público, propinagens, falcatruas, traduzindo no português real, roubalheira mesmo, continuam em mãos sujas. Raros são os leilões públicos e a camarilha presa ou não, se refestela, beneficiando-se da rés-furtiva, tipo, mansões com piscinas, fazendas, carrões importados e os cambaus. Falam em reforma da previdência superavitária, trabalhista, revogando nossa Carta di Labore proclamada por Vargas, intervenção no Rio depois do Carnaval, (seria o enterro dos ossos?), mas ninguém se preocupa com uma reforma política. Uma reforma com clausulas rigorosas, respeitando-se evidente, a Carta Magna na defesa do ir e vir, mas com emendas restritivas aos ir e vir de milhões roubados do povo, sim, porque o patrimônio público sai do bolso do trabalhador via impostos e a contraprestação deve ser um dos deveres sagrados dos governantes. O Seu Zé que não pagou seu IPTU por querelas discutíveis vai pros editais classificados da imprensa, enquanto que o político ladrão que mete a mão em milhões de bererés do DETRAN, não tem o quantum da pilhagem penhorada no milionário patrimônio fraudulento, levado a hasta pública, é complicado! Com a vênia-permissa, Mui Ínclitos Doutores togados, em nosso mister jornalístico, jornais sérios não exploram a situação pessoal de quem quer que seja, apenas noticiam os fatos, sem jamais antecipar uma condenação. Isto é parte dos representantes do parquet, notícias sensacionalistas e desastrosas para a vida dos investigados, é coisa de imprensa marrom, com a qual alguns periódicos não compactuam. Apenas como editoria, a imprensa que representa os anseios populares, defende sim, o patrimônio público, do povo, contra os corruptos que não devolvem sequer a metade do roubado. Ficamos na torcida de que das centenas de milhões roubados dos cofres públicos tchapa e cruz, metade seja recuperada, como o apê do bacana e que demais rés furtivas, voltem ao erário, pelas vias legais que a justiça tem para tal, Bom Dia!




fonte: Da Redação



anuncie JBA AREEIRA
»     COMENTÁRIOS


»     Comentar


Nome
Email (seu email não será exposto)
Cidade
 
(Máximo 1200 caracteres)
Codigo
 
Publidicade
zoom
canopus
High Society
No rol dos aniversariantes a querida amiga e leitora de longas datas Cida Fátima de Castro que celebra o dia ao lado da família, dos amigos e colaborados da Floricultura Joia Viva. Que Deus lhe conceda um ano pleno de alegrias, conquistas e principalmente saúde. Felicidades sempre!!! Aplausos ao elenco da peça teatral Paixão de Cristo encenada em Cáceres. Quem foi pode conferir o alto nível dos artistas que deram um espetáculo a parte,  emocionando a grande plateia. A perfeita sincronia da sonorização com o cenário e atos foi coisa de cinema. A todos,  nosso reconhecimento e nossos parabéns. Para muitas pessoas, Páscoa  são ovos de chocolate e de tantas outras guloseimas comercializadas nesta época. Mas a Páscoa é muito mais que isso, é libertação, é doação, é a vitória da vida.  E a melhor maneira de comemorar esta época é fazendo o bem para o próximo. E foi com esse espírito que as crianças do  RotaKids, do Rotary Club de Cáceres, realizaram  uma manhã especial para  50 crianças carentes. É claro que não faltaram os chocolates e as brincadeiras, mas junto com estes costumes foi semeada no coração dos pequenos uma mensagem de amor, de respeito e de boas condutas com esse gesto de solidariedade e amor ao próximo. Hoje nosso Destaque Especial é endereçado a vocês...
Ultimas norícias
Exediente
Versão impressa
High Society
Fale conosco
VARIEDADES
POLÍTICA
POLÍCIA
OPINIÃO
ESPORTES
EDITORIAL
ECONOMIA
CIDADE
ARTIGO
Jornal Correio Cacerense 2015
Copyright © Todos direitos reservados